Cruzeiro 6-1 Galo: indícios de manipulação entre mineiros ganham força

N.E.: Prepare o fôlego. A reportagem a seguir precisa de atenção máxima. Sua e das autoridades. Clique nos links para ler outras referências.

A goleada histórica do Cruzeiro sobre o Atlético Mineiro (6-1) que salvou a Raposa da Série B 2012 pode ter mais atitudes de raposa do que o Brasil pode imaginar. Tal qual a fábula infantil, a amizade (ou os interesses) entre alguns dirigentes do Galo e do rival podem apresentar mais do que uma simples jornada infeliz do Alvinegro mineiro. Pior para o Atlético Paranaense, que chegou à última rodada – por incompetência própria – contando com o resultado de outros. Caiu.

É o que pensa o jornalista e literário Idelber Avelar, professor da Tulane University de Nova Orleans, EUA e “Ex-atleticano [mineiro]. Eu não tenho dúvidas da entrega. Mas é difícil provar e isso cabe ao Ministério Público. Os indícios estão aí”, disse. Avelar e Fabiano Angélico, outro jornalista, também torcedor do Atlético-MG, criaram uma petição para que o Ministério Público investigasse o jogo. Cerca de 8 mil pessoas assinaram o documento em uma semana passada do final da partida. O documento tem valor legal.

O texto da petição se ampara em 8 suposições. As principais, resumidamente, nas palavras do redator, “[o Cruzeiro] cair para a série B, o que lhe traria milhões de reais em prejuízo; o resultado da partida, 6×1 para o Cruzeiro, é anormal, (…) Atlético [MG] apresentava a melhor defesa [no 2º turno] dentre dos 20 times do Campeonato e, em contrapartida, o Cruzeiro tinha o pior ataque; o BMG, instituição financeira que patrocina ambas as equipes, denunciada pelo Ministério Público por envolvimento no chamado “Mensalão”, o que levanta dúvidas sobre a idoneidade da instituição. Além disso, a referida empresa tem interesses econômicos em jogadores do Cruzeiro, que seriam desvalorizados se a equipe fosse rebaixada; Há relatos, incluindo um postado no blog de uma conhecida jornalista esportiva, a respeito de reuniões envolvendo os dirigentes dos dois times e o presidente do BMG (…) anteriores ao jogo.”

A anormalidade citada no resultado é histórica. Nos 454 jogos entre as equipes (estatística cruzeirense), o 6-1 aparece como a maior goleada de todos os tempos, exceção feita a Atlético-MG 9-2 Palestra Itália, em 1927, quando o futebol ainda era amador. O erro do zagueiro Réver [ver vídeo acima], eleito o melhor do Brasileirão 2011 pela CBF, no terceiro gol do Cruzeiro, não condiz com a qualidade técnica do título, ainda que seja apenas um momento infeliz. A familiares, o técnico Cuca, do Atlético-MG, confidenciou na chegada a Curitiba (onde reside) de que estava “p. da cara com alguns jogadores que só pensam em dinheiro.” Cuca não atendeu aos telefonemas para falar sobre o assunto.

Apostas online: índices anormais

O resultado também mexeu com a bolsa de apostas internacional em futebol, um dos índices que levanta mais suspeição quando de escândalos de manipulação de resultados. Os sites de apostas SportingBet, Betboo e BetClic atribuíam favoritismo ao Cruzeiro. Ainda que jogasse em casa, os números do campeonato apontavam o contrário para a Raposa. Mas o valor de retorno em investimento é medido pelo volume de apostas em cada time – quem tem menos chances e menos apostadores, paga melhor. E na cotação mais alta, cada real apostado no Cruzeiro rendia R$ 1,90 enquanto que para o Galo o retorno era de R$ 4,00. Para se ter uma idéia, no clássico paranaense entre Atlético e Coritiba – com características parecidas, com o mandante em pior situação – a cotação era de R$ 2,75 para o Furacão e R$ 2,40 para o Coxa.

Avelar ainda relembra que um costume mineiro ficou em suspeição em Belo Horizonte na véspera do clássico: “Na sexta, desapareceram das imediações do Café Nice (ponto de apostas de BH) os apostadores dispostos a cravar Galo.” Pode-se questionar que o esquema de apostas que daria mais lucro a quem apostasse no Atlético-MG, como é de praxe, mas Avelar rebate: “Quem iria por dinheiro bom num resultado definido?”

Em Minas, pouco ou nada se vê na imprensa sobre o assunto, ainda que seja de consenso público a possibilidade da entrega. As comunidades de torcedores de Atlético-MG e Cruzeiro no Orkut, com participação de quase 1 milhão de pessoas ao todo, estampam fotos acusando o presidente do Galo, Alexandre Kalil, o dono do BMG, Ricardo Guimarães, o ex-presidente do Cruzeiro, Zezé Perrela e o diretor do Cruzeiro e do Atlético-MG, Eduardo Maluf, de corrupção. O BMG é o banco envolvido no escândalo do Mensalão e patrocinou as camisas de 8 times do Brasileirão/11 (América-MG, Atlético-MG, Coritiba, Cruzeiro, Flamengo, Santos, São Paulo e Vasco), além de ter acordos financeiros com outros, como o Corinthians.

Na internet, torcedores do Galo revoltados

O BMG tem um fundo de investimento que controla direitos de mais de 50 atletas no Brasil, espalhados pelos clubes das Séries A e B. Os nomes estão em sigilo contratual, mas o Portal IG apurou que pelo menos 10 jogadores com contrato no Atlético-MG são do fundo. O dono do BMG, Ricardo Guimarães, é ex-presidente do Galo. No Cruzeiro, sabe-se que o atacante Wellington Paulista está ligado ao fundo.

Apesar do caso não ganhar as capas dos jornais mineiros (ou paranaenses, terceiros interessados) em Belo Horizonte é consenso que houve um acordo. Para Carlos Silveira, jornalista e torcedor do América-MG, “aqui em BH todo mundo fala. A costura pode ser até maior, já que muita gente poderia culpar o governador Aécio Neves [cruzeirense] de culpado pela queda de dois mineiros, pela estratégia errada de fechar o Mineirão e o Independência para obras simultaneamente. Ano que vem tem eleição e isso pegaria mal.” As poucas testemunhas e denúncias do caso são vistas apenas em redes sociais, com pouca credibilidade. Mas chama a atenção a data de um dos relatos apontados por Avelar, encontrado no Orkut, anterior ao jogo. “Tem quatro testemunhas que apontam nomes e como foi feito o esquema, mas tudo in off; quem se arriscaria, sem a proteção da justiça, a falar contra Ricardo Guimarães e Aécio Neves?”, questiona Avelar, que é editor da Revista Fórum, que traz artigo com bastidores sobre tudo.

Uma das poucas jornalistas a levantar o caso foi Ludymilla Sá, ainda no dia 2 de dezembro, em seu blog no jornal Estado de Minas: “O último dos absurdos ventilado aos quatro cantos da capital mineira é que o BMG vai trocar uma derrota alvinegra para salvar o Cruzeiro do rebaixamento em troca do anúncio de Diego Tardelli.” As negociações seguem para repatriar o atacante, ora no futebol russo.

A reportagem apurou que o presidente do Atlético Paranaense, Marcos Malucelli, entrou em contato com o presidente do Mineiro, Alexandre Kalil, para oferecer incentivo financeiro aos jogadores do Galo. Kalil recusou, com a premissa de que o jogo seria de vida ou morte para o Galo também. O Atlético ofertou, com sucesso, incentivo ao Bahia para que vencesse o Ceará, o que foi aceito. O Bahia fez 2-1.

No Paraná, vários dirigentes, advogados e personagens do futebol acreditam em irregularidade, mas não em conseqüências. Na semana posterior ao fim do Brasileirão, contatos com pessoas ligadas aos clubes locais trouxeram a suspeita viva também na cabeça até de quem não tem nenhum interesse no resultado. No Coritiba, lembrou-se do episódio em 2005, quando um Cruzeiro desinteressado perdeu para o São Caetano (0-3), o que acabou rebaixando o Coxa. As declarações de Alexandre Kalil pré e pós jogo foram vistas como jogo de cena por dois interlocutores de relevância no futebol paranaense, que pediram para não serem identificados. A única manifestação aberta foi do presidente da FPF, Hélio Cury, que limitou-se a responder “Estranho, né?” quando perguntado sobre o resultado. Em entrevista a ESPN, Kalil disse que pedirá ao Ministério Público de Minas Gerais que abra inquérito e ofereceu quebra de sigilo telefônico e bancário.

O procurador geral do STJD, Paulo Schimitt, disse que aguarda a abertura de inquérito do Ministério Público mineiro para pedir informações: “Vou falar com eles na próxima semana. A prescrição para corrupção é de 20 anos”, conta, sinalizando não ter pressa. “O jogo em si não me passou nenhuma impressão anormal. Está na pauta, mas não é prioridade. Vamos aguardar o MP-MG. Como é uma manifestação local lá, vamos esperar.” Schimitt diz que as penas são várias, caso se comprove corrupção, desde anulação da partida até exclusão dos clubes e jogadores do campeonato. “Mas é muito cedo para falar em pena.”

Envolvido em disputa política até o dia 15/12, o Atlético Paranaense, a princípio, não pedirá investigação oficial. Alguns políticos paranaenses, no entanto, já se manifestaram favoráveis a investigação, como o deputado Gustavo Fruet, notório coxa-branca. Na semana posterior ao clássico, na Liga dos Campeões da Europa, o Lyon goleou o Dínamo Zagreb por 7-1 e eliminou o Ajax, que tinha sete gols de saldo a mais que o time francês e perdeu por 0-3 para o Real Madrid. No entanto, no intervalo da partida Lyon e Dínamo, o resultado apontava 1-1. A partida já está sob investigação do governo francês e terá investigação da UEFA, a pedido do Ajax.

30 comentários sobre “Cruzeiro 6-1 Galo: indícios de manipulação entre mineiros ganham força

  1. Me lamenta um jornalista, falar tanta asneira!! Você por acaso jah foi a minas Gerais?? Lá é terra de gente honesta, você naum sabe o que significa o clássico mineiro???

    Se seu time foi eliminado, infelizmente nao tenho culpa, pois o atlético paranaense, nem o ceará foram rebaixados por causa desse jogo e sim pelas péssimas partidas que fizeram ao longo do campeonato!!

    Curtir

    1. Lucas, bem vindo ao blog!

      Minas é terra de gente honesta. Do meu avô, por exemplo. E tanto é que a denúncia ao MP partiu daí, dos próprios mineiros.

      É papel da imprensa apontar o fato para a sociedade. Em nenhum momento há comprovação de algo que ainda está sendo investigado. Isso cabe à justiça.

      Sobre o clubismo, erro da maioria dos torcedores imaginar que tudo é feito em função da camisa. Não tenho nenhum outro interesse que não seja repercutir uma possibilidade perigosíssima. Podemos estar diante de algo muito maior. O Atlético Paranaense não fez por merecer melhor sorte em campo, o que não justificaria o suposto esquema. Podem estar vendendo a sua paixão, não se importa?

      Abraços!

      Curtir

    2. ai mano. o napoleão é ponta firme jornaleiro responça. tu é maior vacilão. se tá de cara porque é torcedor minero e ta cum medo que de zica esse lance e teu time entre no buraco.

      teve acerto sim, moro?

      lagartixa da fiel

      Curtir

      1. É isso ai, Lagartixa.

        Coloca ordem na casa!

        Os torcedores do Atlético e Cruzeiro estão querendo abafar o caso com medo das severas punições que podem vir a ocorrer.

        Tomara que consigam provas suficientes.

        Porque o Galo entregou… isso é fato!!!

        Eriélton Pacheco

        Curtir

    3. noooooossa!!! quem lê isso até pensa que o cruzeiro e o atlético mineiro fizeram um excelente campeonato…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      melhor ler isso do que ser cego né…kkkkkk

      Curtir

  2. Acho palhaçada essa forçada de barra para prejudicar o Cruzeiro. O Atlético MG perdeu duas “finais” de estaduais consecutivas para o Cruzeiro por 5 a 0. Tá acostumado a perder para o Cruzeiro. E depois de escapar do rebaixamento não tinha mais o que disputar, o torcedor tinha o sonho de rebaixar o Cruzeiro, mas os jogadores já estavam com o gosto de dever cumprido. Ninguém fala que o Cruzeiro jogou o melhor jogo do ano, que o time todo deu sangue pela vitória. E, cá pra nós, se fosse combinado, seria no máximo 2 gols de diferença. Parem de Insistir, o Cruzeiro é muito mais time.

    Curtir

  3. O cara ai de baixo, falando que mineiro e gente honesta. rapaz para com isso, pode ter gente honesta sim, mas falar q esses dirigentes sao , voce so deve de ser parente de um deles e cruzeirense pra nao perceber que o jogo foi entregue e vendido. o proprio tecnico cuca disse na chegada em casa ” como jogadores se vendem por um dinheirinho”
    ESSE JOGO FOI APENAS MAIS UMA VERGONHA DO FUTEBOL BRASILEIRO, QUE HA MUITOS ANOS ESTA SENDO VENDIDO A EMPRESARIOS E DIRETORES”

    Curtir

  4. É lógico que o Galo entregou. Reparem na postura da defesa!

    Sem dúvida é digno de investigação.

    Acho que irá acabar como normalmente acaba. Todo mundo sabendo que houve marmelada e ninguém punido. Principalmente se tratando de Brasil.

    E segue o barco (infelizmente).

    Moacir Bastos

    Curtir

  5. Belo post. Acredito que pode ter ocorrido sim um acerto de resultado entre os dirigentes.O Galo tinha condições de vencer tecnicamente o Cruzeiro na última rodada. Esse 6 a 1 foi muito escancarado. Cabe ao MP investigar isso. Se confirmado, Galo e Cruzeiro têm que ser expulso das competições oficiais da CBF por 5 anos.

    Curtir

  6. Olha, se há ou não esquema na permanência do Cruzeiro na 1ª divisão, não sei. Mas não há dúvida que a matéria está muito bem pautada, com argumentos fortíssimos e prováveis. Não é o caso de bairrísmo, mesmo porque, como mencionado pelo Sr. Almeida em sua opinião acima, a denúncia vem dos próprios mineiros, dignos mineiros. Cabe à justiça investigar e punir drásticamente todos os envolvidos.
    Chega de palhaçada, gente!

    Curtir

  7. Não acredito nisso! E Atl-PR e Ceará mereceram cair para serie B. Alias Atletico ja mereceu cair anos anteriores. É resultado da péssima administração dos seus dirigentes. Em vez de tentar investigar suposto resultado combinado, tem que reformular sua parte administrativa e corrigir os erros.

    Curtir

  8. Eu particularmente já não acompanho o futebol com a inocência de uma criança de sete anos, acertos, acordos e tratados fazem parte da história do futebol mundial, nem se resume as malandragens tupiniquins. O próprio Cap, que hj esperneia e reclama da ‘imoralidade” mineira, já entregou jogo na arena da baixada pra rebaixar o Fluminense tempos atrás. Até podemos cobrar uma postura mais reta por parte dos envolvidos, mas provar estas imoralidades geralmente é uma tarefa árdua e difícil de realizar. Para não se desiludir ainda mais e perder de vez a paixão devemos ser realistas e concordar que as coisas nem sempre acontecem dentro das quatro linhas.

    Curtir

  9. “Avelar ainda relembra que um costume mineiro ficou em suspeição em Belo Horizonte na véspera do clássico: “Na sexta, desapareceram das imediações do Café Nice (ponto de apostas de BH) os apostadores dispostos a cravar Galo.” Pode-se questionar que o esquema de apostas que daria mais lucro a quem apostasse no Atlético-MG, como é de praxe, mas Avelar rebate: “Quem iria por dinheiro bom num resultado definido?””

    Acho que é o maior indício de maracutaia. As imediações do Café Nice são a versão belorizontina da Boca Maldita de vocês. Ali, todo mundo sabe das coisas. Isso quer dizer que os boatos de entrega estavam tão fortes que ninguém queria mais nem apostar. No mínimo, estranho.

    Curtir

  10. salve napola, primeira vez aqui e a materia ta excelente. é quase logico que houve acerto, principalmente em funçao das novas cotas de tv e a desvalorizacao dos atletas rebaixados. o prejuizo do cruzeiro seria enorme. O torcedor do galo mais fanatico é que ficou “de cara”, pois pra eles, o orgulho do rival rebaixado nao tem preço.
    lembro que na esportiva fui de X e 2. abraco, zé marreco

    Curtir

    1. “Onde há fumaça há fogo”

      O MP tem a obrigação de apurar.

      Agora… jogar X e 2 neste jogo… é brincadeira!!!

      Zé Marreco… vc é um marreco mesmo!!! rs

      Abs

      Curtir

  11. Pelo amor de Deus, então Napoleão, peço que você volte a 2005 e peça uma investigação sobre Cruzeiro 0 x 3 São Caetano. Pessoal gosta de procurar cabelo em ovo. Se tivesse sido Atletico-MG 0 x 2 Cruzeiro, você questionaria também? Não faz o menor sentido. Se o Cruzeiro comprasse, eles compraria a vitória, e não a dignidade do Atlético-MG, que se foi com essa goleada histórica. Dignidade não se vende!

    Curtir

    1. Rodolfo,

      Tenho apenas um personagem de 2005, bem conhecido de toda a torcida. Vamos ver se ele fala. Lembro que, na época, trabalhava na Band Campinas e não tinha blog. Ou seja, não havia ferramenta para fazer isso. Mas fiz questão de citar o caso agora.

      Abraços!

      Curtir

  12. Napoleão, você tem ido bem, tentando ser imparcial.

    Mas essa você está forçando, seu time vai jogar a segundona e ponto.

    Mesmo que de alguma coisa, as pessoas serão punidas é só.

    No campo vocÊ vai ter que ver seu time jogar a segundona. Mas se tiver competencia sobe logo.

    abraços.

    Curtir

    1. Matos,

      Se forçar é investigar, então estou forçando sim, apontando indícios, todos oriundos de MG. Pode ser teoria conspiratória, pode não ser. Isso é com a justiça.

      Se for comprovada armação pela justiça, e alguém for punido, essa matéria terá seu único objetivo atingido. Gozado que se a imprensa não fala, criticam; se fala, criticam. Como não estou aqui pra agradar, faço o que acho correto.

      Abraços!

      Curtir

      1. Muito mais fácil ter sido armação o jogo do Atlético Pr 1 X 0 Coritiba que o de Minas. O Coritiba é muito mais time que o Atlético Pr, estava muito melhor colocado na tabela, tem o time mais certo que o do Atlético Pr (inclusive tinha chances remotas de chegar a libertadores), estavam em colocações bem distintas na tabela, e perde justamente o jogo que o Atlético Pr precisava ganhar, esse sim é um placar que deveria ser investigado.

        Curtir

  13. Concordo com o Carlos Mcgiver. Investiguem o clássico paranaense também! Sou cruzeirense e estava na arena naquele domingo. Vi de perto a vontade que o time do cruzeiro entrou em campo. Naquele dia, o adversário poderia ser o todo poderoso Barcelona que mesmo assim o cruzeiro sairia vencedor. Como era o nosso freguês antigo, deu no que deu. Investiguem, moramos em um país democrático e é direito de vocês. Mas uma dica para as próximas temporadas, montem um time competitivo para não dependerem de tropeços de outros na última rodada.

    Além disso, você coloca na sua matéria que o Atlético-PR ofereceu dinheiro ao Atlético-MG e ao Bahia para que vencessem seus adversários (a famosa mala branca). De acordo com o estatuto do torcedor, essa prática também é ilegal.

    Curtir

  14. Carlos,

    O Coritiba só dependia dele na última rodada para se classificar para a Libertadores. Era só ganhar o clássico.

    O Coritiba não iria entregar o jogo para livrar o principal rival do rebaixamento e perder a vaga para a Libertadores que daria muito dinheiro e visibilidade.

    Desculpa, mas esta quem viajou foi você, meu querido.

    Um abraço.

    Curtir

    1. O Atlético MG também só dependia dele para disputar a Sul Americana, não é uma libertadores mas também dá muito dinheiro e visibilidade, e para um clube como o Atlético MG, isso é de grande importância, se colocar na balança, a perda do Atlético MG foi maior que a do Coritiba, pois ainda se perdeu o orgulho de muitos atleticanos, o Atlético PR esteve todo o campeonato na Zona de Rebaixamento ou próximo, e querer botar a culpa nos outros é ridículo. O Cruzeiro não pode ser qualificado por um Segundo Turno ruim, e como a gordura feita no primeiro turno foi suficiente para os tropeços que se seguiram, a imcopetencia alheia dos rebaixados deve ser levada em consideração.

      Detalhe, se fosse entrar dinheiro no bolso do Atlético MG, seria do Ceará e do Atlético PR.

      Curtir

      1. Carlos,

        Realmente não existe a menor possibilidade de comparar Libertadores com Copa Sul Americana. Existe um abismo entre as competições em todos os sentidos.

        Se pensar bem… o prejuízo da BMG tendo o Cruzeiro na segunda divisão e o Galo na desprestigiada Sul Americana é muito maior do que manter os dois na primeira divisão sem Sul Americana.

        Some tudo que o Galo poderia ganhar sendo campeão da Sul Americana. Somou?

        Esse trocadinho a BMG arruma facilmente p Galo em uma simples renovação de patrocínio e com mais alguns bônus.

        O Galo, Cruzeiro e BMG fizeram um ótimo negócio. Todo mundo saiu ganhando. Pode ter certeza.

        E quem pagaria o Coritiba para perder uma vaga na Libertadores? O Atlético-PR?

        Não tem dinheiro nem para montar time… vai pagar o que vale uma vaga na Libertadores.

        Impossível.

        Mas se quiserem investigar o Atletiba… pode investigar.

        Não irão achar nada.

        Já em Minas…

        Curtir

  15. Isso tudo é CHORO de Atléticanos, um por levar uma humilhante derrota por 6×1 outro por ser rebaixado com todos os méritos!!!! A imprensa ruborizada fica tentando achar pelo em ovo, pq a culpa foi do Heber Roberto Lopez, pq a culpa foi do Leandro Vuaden, pq a culpa foi do América MG, pq a culpa foi do alto falantes do estádio… é muito choro para um time tão mediocre como esse C.A.P de 2012… acharam todos os culpados menos o time da rebaixada, Napoleão me responda uma coisa? vc acha que se o galo fosse entregar esse jogo pro Cruzeiro seria esse placar? pq eles iriam querer passar por essa humilhação toda? sendo que meio a zero já bastava para salvar o time da rapoza? Agora uma coisa é certa o “incaível” vai ficar muito tempo na segunda divisão!!!! sem patrocínio, sem estádio, sem sócio, sem a torcida que torce mais para o estádio do que para o clube, jogando contra o Boa Esportes numa terça-feira 21:00 com chuva e frio e público de 1.200 pessoas… o calvário só está começando!!!! Feliz série B 2012, 2013, 2014, 2015, 2016… kkkkkkkkkk Falando em “incaível” o time la de baixo já caiu até pra segunda divisão do Paranaense kkkkkkk e querem falar em grandeza, estão no limbo da segundona e já falam em ser campeão mundial!!!! e dalhe coronel kkkkkk

    Curtir

  16. Tentar achar justificativas que possam dar crédito ao fato de um dos piores times do campeonato brasileiro com campanha pífia no returno, sem seus dois melhores jogadores e com o pior ataque do returno fazer seis gols na então melhor defesa do returno e que apresentava futebol elogiável é menosprezar quem tenha um mínimo de inteligência. A maior prova é o vídeo do jogo, onde até mesmo quem entende pouco de futebol percebe que os jogadores do galo “facilitaram” para o cruzeiro ganhar. A questão é a seguinte: eu duvido que algum reporter ou alguém que consiga alguma prova concreta que prove o que ficou evidente vendo o jogo, a apresente publicamente, sabendo que isso poria em risco seu emprego e até mesmo sua vida e de sua família, uma vez que envolve interesses de instituições e pessoas poderosas.

    Curtir

  17. Tendo ou não tendo sacanagem, não dará em nada!

    Isso sempre aconteceu e continuará acontecendo.

    Fico muito triste pelo Atlético-PR, mas aqui é o Brasil, país da impunidade.

    Curtir

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s