Gols: resumo da rodada européia de 06 a 17/01

Os campeonatos estaduais ainda não começaram no Brasil, mas na Europa a bola quase não parou de rolar. E no início do ano, dois grandes clássicos e jogos emocionantes, que tive oportunidade de transmitir pelo Terra.

Veja os gols de jogos como Juventus x Milan e Benfica x Porto clicando nas imagens abaixo:

Campeonato Português

06/01 – Estoril 1-3 Benfica

Clique nas imagens para conferir os lances!

O Benfica visitou o Estoril e venceu com facilidade na véspera do clássico com o Porto. Em campo, muitos brasileiros, incluindo o ex-atleticano Evandro (pelo Estoril), o ex-coxa Artur e o ex-paranista Lima, que marcou um dos gols dos encarnados.

13/01 – Benfica 2-2 Porto

Clique na imagem e veja os gols!

Um dos grandes jogos da temporada – ainda que, para nós, brasileiros, ela só esteja começando. Encarnados e Dragões fizeram 16 minutos de cinema no Estádio da Luz, num início de partida avassalador. Depois, muita tensão e chances desperdiçadas entre as equipes que disputam gol a gol a liderança do Português. Assista que vale a pena!

Copa da Itália

09/01 – Juventus 2-1 Milan

Clique na imagem para ver os gols!

Um dos maiores clássicos do futebol mundial, que valia vaga nas semifinais, em partida única. Todos os ingredientes para um grande jogo. E não deu outra: muita emoção e vaga decidida só na prorrogação, com direito a virada.

16/01 – Fiorentina 0-1 Roma

Clique para ver os melhores momentos do jogo!

Um jogo eletrizante, do início ao fim, valendo vaga nas semifinais da Copa da Itália. Fiorentina e Roma mereciam, pelo esforço e raça demonstradas, classificarem-se juntas. Mas como só um passa, melhor para a Roma, que venceu apenas na prorrogação, para azar do ex-goleiro da Seleção e do Atlético, Neto.

O Terra tem transmitido, ao vivo e de graça para todo o Brasil, os seguintes campeonatos: Alemão, Português, Russo, Ucraniano, Grego e ainda a Copa da Itália e a Liga Europa. Acompanhe conosco!

Que beleza de camisa! #14: Roma

Ela não é Nero, mas põe fogo na cidade.

Fim de noite, mas ainda é terça e dia do “que beleza de camisa!”. Essa semana, a homenagem vai para o futebol da terra da Bota: a Roma (por vezes chamada de “O” Roma), que empresta a beleza do uniforme para @kellypedrita. Ou seria o contrário…?

Que beleza de camisa! #14 Associazione Sportiva Roma SpA

Quem é? Clube grande da Itália, fundado em 22/07/1927.

Já ganhou o que? Campeão do Torneio das Cidades com Feiras (competição que originou a Champions League) em 1960/61; 3x campeão italiano: 1941/42, 1982/83 e 2000/01; 9x campeão da Coppa Itália.

Grande ídolo: Inúmeros jogadores de garbo já defenderam a Roma, como os brasileiros Paulo Roberto Falcão, Toninho Cerezzo e Aldair (este, recebeu a homenagem de ver a Roma aposentar a camisa número 6 quando deixou o clube). O espanhol Pep Guardiola, o alemão Rudi Voller e o italiano Fábio Capello, enquanto jogador, também fazem parte dessa lista. Mas ninguém é maior para os romanistas que Francesco Totti, nascido na própria capital italiano. Totti chegou a AS Roma aos 13 anos, ainda na base. Após 22 anos de clube, vestiu a camisa por 610 vezes (recordista), sendo que jogou 474 jogos pela Serie A do Calcio (recordista nacional) e, com 262 gols, é o maior artilheiro da história da Roma, 207 deles na Serie A (mais um recorde). Não bastasse isso foi com Totti que a Roma quebrou um jejum de 17 anos sem vencer o Italianão, em 2000. Pensa que é só? Pois Totti é um tifosi (fanático, verbete vem da febre Tifo) confesso da Roma desde criança e com um jeitão meio caipira, é carismático e cai no gosto de quase todo italiano fã de futebol. E ainda teve a cara de pau de inventar essa cobrança de pênalti:

Acha pouco? Que tal se o atacante do seu time fizesse um gol assim em cima do maior rival, num jogo que acabaria 5-1 a favor?

Apelidos: Lobo ou Giallorossi (vermelho e amarelo, como rubro-negro ou alviverde).

Como anda? Foi 6o. colocado no último italiano, mas vem de uma década (quase) vitoriosa, com 1 italiano, 2 Coppas Itália e alguns vices em ambas. No entanto, após a morte de seu presidente Franco Sensi em 2008, o clube passou a viver grave crise financeira e foi colocado a venda, obrigando-se a renegociar patrocínios e rendas para não ficar de fora da Serie A. Foi eliminada precocemente da Euro League 2011-12, ao perder para o Slovan Bratislava na primeira fase dos play-offs (0-1 e 1-1).

Curiosidades: É o segundo time, ao lado da Juventus, que mais disputou a Serie A Italiana: 79 vezes, uma a menos que a Inter; está desde 1952 na primeira divisão – neste ano, havia disputado a Serie B e voltou como campeã. Joga no mitológico Estádio Olímpico de Roma, capital italiana, que sobreviveu a duas guerras e sediou os Jogos Olímpicos de 1960, ficando dentro de um complexo esportivo. A Roma é, na verdade, um tricolor: marrom, vermelho e amarelo, as cores da cidade. E a Loba que o simboliza é em função da origem da cidade, dentro do mito dos irmãos Rômulo e Remo, criados por uma loba.

O Roma e o futebol paranaense: O Roma nunca enfrentou nenhum time paranaense, mas nem por isso deixa de ter relações com a terrinha. Em 6 de dezembro de 200o, após ter vencido a Copa SP de juniores por Barueri, o empresário João Wilson Antonini transferiu seu clube para Apucarana. E então o futebol paranaense ganhou uma Roma: o Roma Esporte Apucarana, da Roma Incorporadora, cujo nome, ao contrário do que se pensa, não homenageia a AS Roma e sim outra Roma: Romalina Antonini, mãe do empresário fundador do clube.

O blog está concorrendo ao Top Blog 2011! Clique aqui e vote na categoria Esportes!