Os nomes de times mais esquisitos da Liga Europa

Lyon e Tottenham se enfrentam na Liga 2012/13: nada é o que parece

A fase de grupos da Liga Europa vai começar! E o Terra irá transmitir todos os jogos até a decisão, a partir desta quinta-feira. Portanto, é hora de conhecer os clubes que formam essa charmosa competição, que abriga grandes clubes ao mesmo tempo em que dá espaço para equipes de menor porte. Na edição 2012/13, o Chelsea bateu o Benfica na final e comemorou o título. Nesta temporada, enquanto aguardam os clubes que saem da Liga dos Campeões para a disputa da outra competição continental européia, será possível se divertir e se surpreender com alguns clubes de toda a Europa. 

Apresento então alguns nomes que você nunca imaginou que seriam de times de futebol.

Olympique Lyonnais

Nada demais: são apenas os olímpicos lioninos, gentílico de quem nasce em Lyon, na França. Na verdade, o que chama mais a atenção aqui é o fato de quem pouca gente chama o clube pelo nome correto, optando mais pelo nome da cidade, Lyon. Seria o mesmo que chamar o Atlético Mineiro apenas de “Minas” ou “Atlético Minas”.

Tottenham Hotspur

Os Esporas Quentes da Fazenda do velho Tota é um clube voltado para a literatura – pelo menos é o que conta a etimologia. Fundado em 1882 originalmente Hotspur (Espora Quente) FC, em virtude do personagem de Shakespeare Harry Hotspur, incorporou o nome do bairro Tottenham para diferenciar-se de outro Spurs. O bairro, por sua vez, ganhou o nome por constar no Doomsday Book do Rei Guilherme I – uma espécie de censo britânico de 1000 D.C. – como uma região rural cujo dono chamava-se Tota.

Bordeaux

Ou, para os patrícios portugueses, Bordéus, o que nos induz a uma pequena confusão com “bordel” ou, no popular, zona, prostíbulo. Na verdade, a cidade de Bordeaux tem origem numa fundição de ferro, Bordigala em aquitano, lingua do século III A.C. O clube, a exemplo do Lyon, tem outro nome – usado até no site oficial: Girondins (Girrondã), que seria algo como “ginastas”. Assim, o Bordeaux é, na verdade, o Clube dos Ginastas da Fundição de Ferro. Graça e força em um nome só.

Swansea City 

Esse é fácil e o escudinho ajuda: Associados da Cidade do Cisne do Mar Futebol Clube. Swansea é uma cidade portuária no País de Gales, no Reino Unido. Disputa a Liga Inglesa assim como outros 5 clubes galeses, uma vez que a Liga do País de Gales só foi fundada em 1992. As ligas são integradas somente na FA Cup, a Copa da Football Association, a CBF do Reino Unido. Gales tem sua própria seleção de futebol, mas se une ao Reino Unido nas Olimpíadas.

PAOK

Clube Atlético dos Cidadãos de Tesalonica retirados de Constantinopla. Isso é o PAOK, que faz menção à expulsão dos gregos residentes na hoje chamada Istambul, na Turquia, já no século 20, quando da queda definitiva do Império Bizantino. A expulsão dos gregos aconteceu em 1920 e o clube foi fundado em Tesalonica, 2a maior cidade grega, em 1926, apenas seis anos depois.

Dnipro Dnipropetrovsk

O rio Dnieper ou Dnipro

Dnipro, ou Dniepre, é um rio que cruza a Rússia, a Bielorussia e a Ucrânia, país sede do clube e da fábrica de metalurgia Petrovsky, cujos operários formaram em 1918 um time de futebol. Petrovsk faz menção a Piotr ou Pedro, em russo e ucrâniano. Logo, o FC Dnipro é na verdade o Clube de Futebol dos Operários da Metalurgica Pedro do Rio Diniepre.

Trabzonspor

Mais um fácil de desvendar: “Spor” é Esporte e Trabzon, o nome da cidade. Completando com o Kulubu, temos o Trabzon Esporte Clube. Foi território grego e pertencente ao Império de Trebizonda.

Maccabi Haifa / Maccabi Tel-Aviv

Maccabi, em Hebraico, quer dizer coragem ou vitória. Haifa e Tel-Aviv são cidades de Israel. Logo, temos aqui os xarás do baiano Vitória. Ambos são FC, ao contrário do EC do brasileiro.

Sheriff Tiraspol

Outro caso em que o nome da cidade ganha mais evidência que o do clube. Tal qual o América Mineiro – que é na verdade América Futebol Clube – o Sheriff se chama FC Sheriff. Fundado em 1997, seu nome faz referência ao primeiro patrocinador, uma companhia de segurança da Moldávia, país que compunha a antiga URSS.

Chornomorets Odessa

Odessa é o nome da cidade ucraniana que abriga o clube, próxima de um lago que secou e abrigou por muitos anos um grande vale. Nele, atletas amadores jogavam futebol e ficaram conhecidos como os “Homens do Mar Negro” – ou Chornomorets, em ucraniano. Logo, temos aqui o FC Homens do Mar Negro de Odessa.

Ludogorets Razgrad

Sediado em Razgrad, na Bulgária, o Ludogorets Clube de Futebol Profissional faz menção à região de Ludogorie, conhecida por ser uma região de floresta selvagem. O nome, Ludogorets, significa Floresta Louca. Pela imagem, não dá pra discordar.

Shakhter Karagandy

O time do Cazaquistão ganhou notoriedade ao sacrificar um carneiro em oferenda à possibilidade de eliminar o Celtic na fase de play-offs da Liga dos Campeões. Não deu – pobre carneiro. O nome, assim como o quase xará de Donetsk, da Ucrânia (questão de sotaque) signifca Mineiro. Temos então o Futebol Clube Mineiros de Karagandy, cidade de 500 mil habitantes no país que também era parte da URSS.

 [video_terratv id=”485536″ width=”512″ height=”288″] 

Siga Napoleão de Almeida no Twitter: @napoalmeida
Gostou do blog? Curta a FanPage no Facebook!

Portugal contra Béla Guttmann

Béla Guttmann já deve ter até reencarnado (pra quem acredita), mas caso não, ele esteve hoje em Amsterdã, com a camisa 2 do Chelsea, atendendo pelo nome de Ivanovic. Se você não acredita em reencarnação, acredite ao menos que a maldição do hungaro falecido em 1981 existe.

Béla Guttmann e as filhas únicas do Benfica

Não que o Chelsea não tenha merecido o título, longe disso. Mas os requintes de crueldade que impediram a conquista do Benfica na Liga Europa, em jogo que o Terra transmitiu ao vivo para todo o Brasil, tem a marca de Guttmann. Para quem não conhece a história, segue: Béla Guttmann era o técnico do Benfica bicampeão da Champions League em 1961 e 1962, que contava com Eusébio no elenco, entre outros astros encarnados. Ao final da temporada vitoriosa, soube que seu contrato não seria mais renovado após pedir um aumento salarial. Praguejou: “Nem daqui a cem anos uma equipa portuguesa será bicampeã europeia e o Benfica jamais ganhará uma Taça dos Campeões sem mim.”

Leia também:

Felipão tem razão em não levar Ronaldinho

Zico e Romário selam a paz entre lembranças e risos

Semente

Veja os lances de Chelsea 2-1 Benfica

 [terratv id=”470438″ domain=”terratv.terra.com.br” width=”425″ height=”344″]

Guttmann seguiu sua carreira, tendo comandado outras grandes equipes, entre elas o rival FC Porto, o Milan da Itália, o Hónved, da Hungria (com Puskás no elenco), o Peñarol do Uruguai e até o São Paulo FC, por quem foi campeão paulista em 1957. Mas a maldição persistiu. 

O Benfica, com o esquadrão comandado por Eusébio, chegaria a outras decisões européias ainda naquela década. Além destas, chegaria em outras ao longo da história. Mas nunca mais seria campeão. Foi vice da Champions em 1962/63 (Milan), 1964/65 (Internazionale), 1967/68 (Manchester United), 1987/88 (PSV Eindhoven), 1989/90 (Milan) e vice da Copa UEFA em 1982/83 perdendo o título para o Anderlecht, da Bélgica, antes da final de hoje.

O já falecido técnico hungaro não conseguiu extender sua maldição ao FC Porto, embora tenha praguejado contra todo Portugal. Os rivais dos encarnados levaram a taça da UCL em duas ocasiões (1986/87 e 2003/04) e da Liga Europa em outras duas (2002/03 e 2010/11). Mas na Luz, em Lisboa, Guttmann segue fazendo sombra, especialmente em uma semana em que o clube lisboeta pode ter perdido dois títulos com gols no último minuto.

Seria muito simplista, lógico, atribuir a isso o título deste Chelsea poderoso – que, diga-se, não jogou tão bem na final – que levantou a Champions League e a Liga Europa em sequencia nos últimos dois anos. Seria muito cruel dizer que a boa jogada de Fernando Torres e a movimentação certeira e cabeçada precisa de Ivanovic só aconteceram por conta da maldição de Guttmann. Não. São frutos do investimento de Roman Abramovich, que pegou o tradicional time londrino e mudou o status quo do clube, de médio inglês a grande europeu. E que deve crescer ainda mais nos próximos anos por conta do seguido investimento financeiro, especialmente se confirmar a contratação do técnico português José Mourinho.

Um técnico português com o Chelsea fazendo o mesmo investimento que o Benfica não quis fazer há 51 anos. Talvez, mesmo no além mundo, seja hora dos benfiquistas tentarem dar um aumento a Guttmann, antes que a fila aumente ainda mais.

Siga Napoleão de Almeida no Twitter: @napoalmeida
Gostou do blog? Curta a FanPage no Facebook!

Gols pela Europa: veja e não fique sem futebol nas férias!

Muita gente reclamando que está sem ver futebol nas férias do futebol brasileiro. Pois na Europa a bola segue rolando (ok, é a última semana, mas ainda tem). Terça e quarta, tem Coppa Itália no Terra, ao vivo e grátis. Estarei em Napoli x Bologna, quarta (19), às 18h.

Até lá, você pode curtir alguns gols dos jogos que o Terra transmitiu nos campos da Europa nos últimos dias. Basta clicar nas imagens!

Liga Europa

A fase de grupos se encerrou, na quinta (20), ao vivo no Terra, teremos o sorteio dos confrontos eliminatórios entre as 32 equipes (24 da Liga + 8 da UCL) que vão no mata-mata em ida e volta até a decisão, em jogo único, em Amsterdã, na Holanda, em maio de 2013.

22/11 – Rubin Kazan 3-0 Internazionale

O venezuelano Rondón foi o destaque do Rubin Kazan que detonou a Inter, 3-0, e ficou com a liderança do Grupo H, jogando a equipe italiana para o pote dos segundos colocados no sorteio, podendo encarar os melhores times da Liga Europa e da UCL, já no mata-mata.

22/11 – Olympique 0-1 Fenerbahçe

Gol de bicicleta é sempre bom de ver. Este foi Bekir Irtegun, para o Fener, dando a liderança do Grupo C e uma das melhores campanhas da fase de grupos ao time turco.

06/12 – Napoli 1-3 PSV

Já eliminado, o PSV aprontou pra cima do Napoli na Itália. De virada, um 1-3 com autoridade, deixando os torcedores holandeses com a sensação de que o time poderia ter avançado na Liga Europa.

06/12 – Maribor 1-4 Lazio

Floccari marcou um golaço na goleada da Lazio sobre o Maribor pelo Grupo J, depois de passar por 3 jogadores, batendo no ângulo. Vale a clicada!

Bundesliga – Campeonato Alemão

24/11 – Bayern 5-0 Hannover

Mais um de bicicleta, este de Javi Martinez, em mais uma goleada do Bayern München, esta sobre o Hannover 96. Os Bávaros sobram na Bundesliga e foram os campeões de inverno (1o turno).

01/12 – Schalke 1-1 Borussia Monchengladbach

Igor de Camargo é o camisa 10 do Borussia Monchengladbach, brasileiro naturalizado belga que marcou no empate fora de casa contra o Schalke 04. Um dos maus resultados dos Royal Blues no final do primeiro turno alemão.

02/12 – Wolfsburg 1-1 Hamburgo

O ex-santista Diego é o líder da reação do Wolfsburg no Campeonato Alemão. A equipe estava ameaçada de rebaixamento, mas já abriu 7 pontos da ZR. Contra o Hamburgo, porém, ficou apenas no 1-1.

08/12 – Augsburg 0-2 Bayern

Se esperava uma goleada bávara no encontro entre o líder disparado Bayern e o vice-lanterna Augsburg. Mas não foi bem assim. Com dificuldades e contando com um gol de Mário Gomez, que saiu do banco e marcou no 1o lance que participou, o Bayern ficou nos módicos 2-0, fora de casa.

09/12 – Hannover 3-2 Bayer Leverkusen

Na perseguição ao líder Bayern, o vice-líder Bayer Leverkusen precisava vencer o Hannover fora de casa. Até saiu na frente, mas não sustentou a vitória. No vídeo, apenas o primeiro gol do jogo.

15/12 – Schalke 1-3 Freiburg

Em casa, o Schalke 04 completou a sexta partida sem vencer, com 4 derrotas. Pior para o técnico Huub Stevens, demitido; melhor para o Freiburg, que entrou na área de classificação para a Liga Europa.

Coppa Itália

11/12 – Roma 3-0 Atalanta

Novidade nas transmissões do Terra, a Coppa Italia – ou Copa da Itália – chegou a fase de oitavas de final com duelos únicos. E a Roma, maior campeã do torneio, despachou a Atalanta do goleiro Consigli, que falhou feio em duas oportunidades. Assista!

Campeonato Português

10/12 – Sporting 1-3 Benfica

No clássico lisboeta, o Sporting até saiu na frente, mas viu o paraguaio Oscar Cardozo brilhar e deixar o Benfica na liderança. De quebra, os Encarnados afundaram o rival, que está só 2 pontos acima da zona de rebaixamento.

Campeonato Ucraniano

23/11 – Chornomorets 2-0 Kryvbas

Sim, eu tive o privilégio de narrar Chornomorets x Kryvbas. Vale a clicada.

Campeonato Russo

30/11 – Spartak Moscow 2-4 Zenit

Hulk, com uma patada de fora da área, abriu o placar no clássico russo, vencido pelo Zenit na casa do Spartak. A competição volta somente em março, em função da neve e do frio na região.

Liga Europa: vem aí a fase final

Acabou a fase de grupos da Liga Europa! E o Terra exibiu todos os 144 jogos que definiram os 24 classificados em 12 grupos. A partir de agora, a competição entra em fase eliminatória, com as 32 equipes jogando em ida e volta até restarem dois para a decisão, dia 15 de maio de 2013, em Amsterdã, na Holanda.

Pera lá, eu disse 24 classificados e 32 equipes? Tá errado isso, não? Não. A Liga Europa ganha agora a participação dos 3os colocados da fase de grupos da Champions League, fortalecendo ainda mais a segunda principal competição de clubes do Mundo – números destacados em estudo da Pluri Consultoria, que você pode conferir aqui (a Libertadores, apesar da paixão, é apenas a 16a colocada no ranking). Entre eles, o atual campeão europeu, o Chelsea.

O sorteio, que terá transmissão do Terra no dia 20, definirá os 16 jogos. Os primeiros colocados na fase de grupos mais os 4 melhores terceiros da UCL ficarão em um pote; os segundos e os 4 restantes da UCL, em outro. Na definição dos jogos, por sorteio, duas restrições: não pode haver confrontos entre equipes do mesmo país, nem do mesmo grupo, ao menos nessa fase de 1/16 avos de final.

Eis os potes:

Pote 1: Liverpool, Viktoria Pilsen-RCH, Fenerbahçe, Bordeaux, Steaua Bucaresti-ROM, Dnipro-UCR, Genk-BEL, Rubin Kazan-RUS, Lyon, Lazio, Metalist-UCR, Hannover 96, Cluj-ROM, Chelsea, Olympiakos e Benfica.

Pote 2: Anzhi-RUS, Atlético de Madrid, Borussia Monchengladbach, Newcastle, Sttutgart, Napoli, Basel-SUI, Internazionale, Sparta Praga-RCH, Tottenham, Bayer Leverkusen, Levante-ESP, Dínamo Kiev, Zenit-RUS, Ajax e BATE Borisov-BLR.

Os clubes estão relacionados na ordem dos grupos da Liga Europa, com os remanescentes da UCL por último. Assim, você mesmo pode imaginar os possíveis confrontos, com a ressalva acima.

Grandes camisas e boas surpresas em campo. O melhor time da primeira fase da Liga Europa foi o francês Lyon, com 16 dos 18 pontos possíveis; da UCL, além do atual campeão Chelsea, o surpreendente Cluj também foi eliminado com 10 pontos – 2 a mais que o Milan, que seguiu na Champions, por exemplo. O atual campeão da Liga, Atlético de Madrid (foto), os fortes e tradicionais Liverpool, Tottenham, Napoli, Ajax, Benfica e Internazionale e os bons Zenit, Anzhi, Dnipro, Fenerbahçe e Bayer Leverkusen fecham o grupo dos que podem conquistar o título.

O Terra transmitirá todos dos jogos até a decisão, ao vivo pela internet. E o que é melhor, de graça. Acompanhe!

Liga Europa: prévia da 5a rodada

Mais uma rodada de Liga Europa pra você assistir ao vivo e de graça pelo Terra! É a 5a da fase de grupos e muitas definições devem acontecer. Alguns classificados estão definidos e duelam por melhor posição. Outros ainda sonham em estar entre as 32 equipes que receberão os terceiros melhores colocados da Champions League. Atlético de Madrid, Liverpool, Napoli e Internazionale, entre outros, podem receber a companhia de Chelsea, Ajax ou Manchester City e Zenit, por exemplo.

Abaixo, o preview dos jogos que transmitirei nesta quinta!

14h – Rubin Kazan x Internazionale – Estádio Central, Kazan, Russia

Em Milão, o Rubin Kazan surpreendeu e segurou a Inter (Foto: blog Inter Brasil)

Jogo que vale a liderança do Grupo H. Ambos os times têm 10 pontos e estão classificados. A Inter viajou 2993 km para chegar até Kazan, capital da República do Tartaristão, estado russo, para encarar pela 4a vez na história o Rubin. Nos confrontos anteriores, uma vitória interista (2-0, pela Champions League de 2009) e dois empates, o último em 2-2 no Giuzeppe Meazza, na primeira rodada desta competição.

A Inter, que tem usado times mistos nesta fase da Liga Europa, aposta na dupla sul-americana Guarín (Colômbia) e Palácio (Argentina), que juntos já marcaram 7 gols nesta competição. Vice-líder do Italiano, 4 pontos atrás da Juventus, a Inter pode passar a priorizar a Liga Europa a partir da fase de mata-mata. Na história, é a maior campeã do torneio (ao lado de Juve e Liverpool) com três conquistas. Os brasileiros Juan (ex-Inter-RS) e Jonathan (ex-Cruzeiro) têm sido titulares; o também brasileiro Philippe Coutinho, ex-Vasco, pode aparecer nessa partida.

O Rubin Kazan, 4o colocado no Campeonato Russo, vê na Liga Europa uma chance de internacionalizar sua marca. Recebe a Inter no Estádio Central com expectativa de lotação (28.500 lugares) para ficar com o primeiro lugar no grupo. Por isso o técnico Kurban Berdyev deve escalar o que tem de melhor, com destaque para o meia russo Aleksandr Ryazantsev, com 2 gols no torneio. Carlos Eduardo, ex-Grêmio, é o brasileiro no elenco russo.

17h05 – Olympique Marseille x Fenerbahçe – Estádio Velodrome, Marselha, França

Jogo de ida em Istambul (2-2) marcou a despedida de Alex no Fener

Classificado, o Fenerbahçe encarou os 1957 km de Istambul até Marselha para pegar um time que precisa da vitória a qualquer custo. O Olympique é o terceiro colocado no Grupo C, com 5 pontos, metade do que tem o Fener. A pontuação é a mesma do alemão Borussia Monchengladbach, que encara o Limassol dentro de casa na mesma rodada. Os concorrentes não se enfrentam mais – OM e M’Bach ficaram no 2-2 na França na última rodada, enquanto que os alemães venceram por 2-0 no jogo de ida.

Por isso, para o Olympique do técnico Élie Baup, só a vitória interessa. Com 6 gols na temporada, o atacante ganês Jordan Ayew, filho do ídolo do clube Adebi Pelé, comanda o ataque marselhês. Lucas Mendes, ex-Coritiba, é o brasileiro do elenco. Ele disputou três dos quatro jogos do OM na Liga Europa depois de ter se recuperado de uma lesão e vem se firmando como titular.

Lucas deixou o Coxa e não jogou em Istambul no jogo de ida, que marcou a despedida de um atual coxa-branca do Fener: Alex. Ídolo na Turquia, Alex marcou o segundo gol sobre o OM, quando o Fener abria 2-0 em casa. Foi substituído em seguida pelo técnico Aykut Kocaman, o que deu início a uma briga que resultou na rescisão do contrato do meia, que acabou retornando ao Coritiba, clube que o revelou. Naquela partida, sem Alex, o Fenerbahçe caiu de produção e cedeu o empate. Mas depois, sem Alex, o Fenerbahçe, que ainda tem o brasileiro Cristian (ex-Atlético e Corinthians), venceu seus 3 jogos: 4-2 no M’Bach e 1-0/2-0 sobre o Limassol.

Gols: resumo da rodada européia de 08 a 11/11

Muitos – e belos – gols nos jogos da Liga Europa e do Campeonato Português, que o Terra transmitiu no último final de semana. Clique nas imagens para ver como foram os jogos:

08/11 – Liga Europa: Napoli 4-2 Dnipro

Um grande jogo no estádio San Paolo, em Nápoles. O então invicto e 100% Dnipro chegou a virar o jogo contra os italianos, mas não contavam com um dia tão inspirado de Cavani, que marcou 4 gols e garantiu a vitória napolitana.

08/11 – Liga Europa: Partizan 1-3 Internazionale

Em Belgrado, na Sérvia, a Inter usou um mistão e bateu o Partizan por 3-1. O placar, no entanto, não mostra o que foi o jogo: o time da casa não teve melhor sorte porque parou no goleiro interista Handanovic.

09/11 – Campeonato Português: Gil Vicente 1-0 Paços de Ferreira

Pelo Campeonato Português, Gil Vicente e Paços de Ferreira abriram a 9a rodada em duelo no meio da tabela. Melhor para os visitantes, invictos fora de casa há seis meses, e que se projetaram como aspirantes a uma vaga na Liga Europa 2013/14.

10/11 – Campeonato Português: Porto 2-1 Académica

Porto e Benfica continuam a briga pelo título rodada a rodada. Para o Dragão, o desafio foi contra a Académica de Coimbra, jogando em casa. Com golaço do colombiano James Rodriguez e falha do brasileiro Helton, ex-Vasco, o jogo foi movimentado e terminou sendo mais complicado do que se esperava para o time da casa.


Liga Europa: prévia da 4a rodada

Os estádios San Paolo e Partizana serão dois dos 24 palcos da 4a rodada da Liga Europa, que terá várias definições na fase de grupos nesta rodada. O Terra transmitirá os 24 jogos ao vivo nesta quinta-feira. Eu estarei em dois duelos, vamos a prévia deles:

16h – Napoli x Dnipro – Estádio San Paolo, Napoles, Itália

Precisando da vitória para seguir na competição, o Napoli recebe o Dnipro, da Ucrânia, no San Paolo, na Itália, em jogo do Grupo F da Liga Europa. Com três pontos em três jogos, a tarefa do time que venceu a competição em 1988/89, com Diego Maradona e Careca em campo, não será nada fácil. Do outro lado estará o Dnipro, uma das únicas equipes com 100% de aproveitamento na Liga Europa, ao lado de Atlético de Madrid e Lyon.

O técnico Walter Mazzarri continua apostando na dupla Cavani e Vargas no comando de ataque napolitano. Vargas, com 3 gols, é o artilheiro da fase de grupos da Liga Europa. Terceiro colocado no Campeonato Italiano, com 23 pontos em 11 jogos, o clube de Nápoles vem de boas campanhas ano a ano desde que voltou à Série A Italiana após ter falido e até trocado de nome. Já são 15 jogos invicto em casa em competições européias (perdeu a última em casa em 07/12/94, 0-1 para o Eintracht Frankfurt-ALE). Para manter a escrita e seguir vivo na competição, conta com o experiente goleiro De Sanctis, bicampeão da Liga Europa entre 2005 e 2007 pelo Sevilla, que comanda a defesa com Paolo Canavarro – irmão do capitão do tetra mundial italiano, Fábio – e tem no elenco o brasileiro Bruno Uvini, 21, ex-São Paulo FC, que ainda não jogou na Liga Europa.

Brasileiros são a arma do Dnipro, que vê na Liga Europa a grande chance de conquista na temporada – no Ucraniano, está  na vice-liderança, 12 pontos atrás do Shakhtar Donetsk. Giuliano, ex-Paraná e Inter, e Matheus, que no Brasil defendeu apenas o Itabaina-SE, mas teve destaque no Braga, de Portugal, comandam a equipe. Além deles, o zagueiro croata Mandziuk, o meia ucraniano Konoplyanka e o também ucraniano Seleznyov compõe a força de um time que sonha em vencer sua primeira competição justamente em âmbito europeu.

Na rodada passada, em Dnipropetrovsk, o time da casa fez 3-1 no Napoli, com direito a um gol de Matheus e outro de Giuliano. O jogo agora será no San Paolo, que recebeu a histórica semifinal da Copa 1990, quando a Argentina de Goycochea parou a Itália nos pênaltis.

18h05 – Partizan x Inter – Estádio Partizana, Belgrado, Sérvia

Virtualmente classificada para a próxima fase, a Internazionale vai à Sérvia pegar o tradicional Partizan Belgrado pela segunda vez consecutiva. Na rodada passada, em Milão, venceu por 1-0 com dificuldades, mas o suficiente para dividir a liderança do Grupo H com o Rubin Kazan da Russia – perde apenas nos critérios.

Vice-líder do Italiano com um ponto a menos que a Juventus (27 a 28), a Inter, maior campeã da história da Liga Europa com três conquistas (Juve e Liverpool também tem três), jamais perdeu para o Partizan. Na história, são 4 vitórias e um empate. Jogando em Belgrado, venceu uma e empatou outra em jogos anteriores. Um dos confrontos mais importantes foi em 1963/64 pela Champions League, nas quartas de final. A Inter venceu em Belgrado por 2-0, gols dos brasileiros Jair e Mazzola, e, somando o resultado de ida (2-1) avançou até fazer a decisão com o Real Madrid, quando venceu e ficou com o título.

Nesta temporada, são três brasileiros no elenco nerazzurri. O mais conhecido é o ex-vascaíno Phillipe Coutinho, que foi titular em todos os jogos da Liga Europa até aqui, inclusive marcando um gol contra o Néftçi, do Azerbaijão. Juan Jesus, ex-Internacional, e Jonathan, ex-Cruzeiro, ambos zagueiros, fecham a lista verde-e-amarela. O técnico Andrea Stramaccioni está remontando um time que chegou ao ápice com o título Mundial em 2010, junto com um pentacampeonato italiano. o zagueiro argentino Javier Zanetti e os meias Wesley Sneidjer (Holanda) e Esteban Cambiasso (Argentina) são os destaques. Sneidjer ainda não atuou na Liga Europa, competição na qual Stramaccioni tem mexido muito nos 11 iniciais.

O Partizan chega para o jogo depois de vender caro a derrota em Milão, quando sofreu o gol da derrota aos 43 do segundo tempo. Líder do Campeonato Sérvio, com 5 pontos a mais que o Crvena, a equipe de Belgrado precisa vencer se quiser sonhar em estar na próxima fase. Vice-campeã da UCL em 1966, o Partizan sofreu com as diversas fragmentações de seu pais; era Yugoslávia, virou Sérvia e Montenegro e passou a ser apenas Sérvia. No banco, um ex-jogador, identificado com o clube: Vladmir Vermezovic. Ele comanda uma equipe que ainda não marcou nenhum gol na Liga Europa, tendo perdido seus três jogos por 1-0.

O Terra inicia as transmissões dos 24 jogos às 14h, ao vivo e em alta definição. Conecte-se com a gente!

Gols: resumo da rodada europeia de 25 a 28/10

Semana com Liga Europa e movimentação nos principais campeonatos do Velho Continente. Veja os gols de alguns dos jogos transmitidos pelo Terra clicando nas imagens:

Liga Europa

25/10 – Lyon 2-1 Atlhetic Bilbao

Em Lyon, o time da casa manteve 100% de aproveitamento na Liga, após 3 jogos. De quebra, complicou a vida do atual vice-campeão, Athletic Bilbao – que jogou para melhor resultado que a derrota…

25/10 – Liverpool 1-0 Anzhi

Em Anfield Road, o Liverpool precisava vencer sob pena de ter que decidir a vaga na próxima fase da Liga Europa em desvantagem na tabela e em dois jogos fora de casa. Passou pelo Anzhi com um golaço de Downing que vale a clicada.

Campeonato Alemão

27/10 – Freiburg 0-2 Borussia Dortmund

O Freiburg, embalado depois de vencer duas seguidas, recebeu o Borussia Dortmund. Pegando o atual bicampeão alemão debaixo de muita neve, teve chances de vencer, mas acabou caindo diante dos visitantes, que reagiram na Bundesliga ao vencer a primeira fora de casa.

Campeonato Russo

28/10 – Rubin Kazan 2-1 Anzhi

Em casa, o Rubin Kazan completou a semana ruim do Anzhi. Não teve pra Samuel Eto’o: quem brilhou foi Alan Kazaev, colocando uma bola na gaveta, sem chances de defesa. Um golaço!

 

Liga Europa: prévia da 3a rodada

A Liga Europa chega à 3a rodada da fase de grupos e o Terra, mais uma vez, vai transmitir todos os 24 jogos ao vivo – clique para ver toda a programação.

Estarei em dois jogos: na França, o Lyon recebe o Athletic Bilbao pelo Grupo I, às 15h; um pouco mais tarde, 17h05, o Liverpool encara o Anzhi, na Inglaterra. Veja o panorama dos jogos:

Liga Europa

É o segundo campeonato mais importante do continente e na fase final reune clubes da Champions League. É a 41a primeira edição da Liga, que tem como atual campeão o Atlético de Madrid; o Tottenhan, da Inglaterra, foi o primeiro campeão, em 1971.

Com uma média de gols de 2.83 por jogo na fase de grupos, a Liga Europa 2012/13 será decidida em maio do ano que vem em Amsterdam, na Holanda. Inter de Milão, Napoli, Liverpool, Atlético de Madrid, Fenerbahçe, Lyon, Tottenham e PSV são os clubes de maior peso na disputa. Eduardo Vargas, do Napoli, e Jonjo Shelvey, do Liverpool, são os artilheiros da competição, com 3 gols. Liverpool e Olympique de Marselha, com 7 gols, têm os melhores ataques; AIK (Suécia) e Young Boys (Suíça) têm as piores defesas, com 7 gols sofridos.

15h – Lyon x Athletic Bilbao – Estádio de Gerland, Lyon, França

Com 100% de aproveitamento na Liga até aqui (só Atlético de Madrid e Dnipro-UCR têm o mesmo índice), o Lyon, do ex-atleticano Michel Bastos, recebe o atual vice-campeão, Atlhetic Bilbao, em jogo válido pelo Grupo I. A equipe basca, que perdeu o título para o rival Atlético de Madrid na temporada passada, não faz boa campanha. Tem apenas 1 ponto em 6 disputados. Será o primeiro confronto na história entre os clubes.

Campeão da Intertoto em 1997, o Lyon apenas agora se cura da ressaca de ter perdido o ídolo Juninho Pernambucano, hoje no Vasco, em 2009. Sete vezes campeã francesa, a equipe do técnico Rémi Garde faz a primeira boa temporada desde então, tendo perdido apenas um jogo até aqui (0-2 para o Bordeaux). É o terceiro colocado na Liga Francesa, com 18 pontos, com um ponto a menos que o vice-líder Olympique e que o líder PSG.

Com a volta do volante Yoann Gourcuff e do zagueiro Gueida Fofana, o Lyon ainda conta com Gomis, artilheiro da temporada com 6 gols e, claro, Michel Bastos, vice-artilheiro do time, atuando mais pelo meio. Na Liga, até aqui, o Lyon vem se caracterizando por ser um time que marca gols ainda no primeiro tempo, até os 30 minutos. Esta é a primeira participação do Lyon na Liga Europa nos últimos 10 anos, após ter sido o 4o colocado no Francês e não classificar-se à Liga dos Campeões.

Já o Atlhetic Bilbao faz uma péssima temporada. Conhecido mundialmente por só aceitar jogadores bascos ou de origem basca em seu elenco, o Atlhetic está na 17a posição no Campeonato Espanhol (uma a frente da zona de rebaixamento) após 8 jogos; na Liga Europa, somou apenas um ponto, ao empatar (1-1) com o Shmona, de Israel, na primeira rodada. Antes, havia eliminado o Slaven (Croácia) e o Helsink (Finlândia) nas fases de play-offs.

Com o argentino Marcelo “El Loco” Bielsa no banco, o Atlhetic tinha em Fernando Llorente seu principal destaque na temporada passada. Ele era pretendido pela Juventus-ITA, mas foi impedido de se transferir. Tem apenas um gol nesta época e vem perdendo espaço para Aritz Aduriz, de 31 anos, que marcou 8 vezes em 2012/13. Aos dois caberá a missão de melhorar um dos piores ataques da competição, com apenas dois gols marcados contra quatro sofridos.

17h05 – Liverpool x Anzhi – Estádio Anfield Road, Liverpool, Inglaterra

Pelo Grupo A – o mais produtivo, com 17 gols em 4 jogos -, no mítico Anfield Road, o Liverpool recebe o Anzhi da Rússia em jogo que vale a sequencia dos Reds na Liga Europa. Uma das equipes mais poderosas dessa edição, o Liverpool vem de derrota para a Udinese-ITA em casa e, com 3 pontos, está em 3o lugar no grupo, atrás do próprio Anzhi – e depois desta partida, fará dois jogos fora de casa, o primeiro novamente contra os russos e outro contra a Udinese. Será a primeira vez na história em que os times vão se enfrentar.

Com 101 jogos pela  Liga Europa, o Liverpool (campeão da Liga em 1973, 76 e 2001) pode marcar o gol de número 550 em competições europeias (contando aqui a UCL e outras disputas) e confirmar o melhor ataque desta edição ao lado do Olympique de Marselha. Na modesta 12a posição no Campeonato Inglês, 13 pontos atrás do líder Chelsea (9 x 22), a Liga Europa começa a aparecer como a grande saída para as cobranças de uma das mais fiéis torcidas inglesas.

Shelvey, artilheiro da competição com 3 gols, é o grande destaque da equipe. Ele debutou com a Seleção Inglesa na última rodada das Eliminatórias da Copa 2014 – vitória por 5-0. O time segue sem o brasileiro Lucas Leiva, mas deve ter desde o começo o atacante Luis Suárez e o meia Steven Gerrard, que entraram tarde demais na derrota por 2-3 para a Udinese. Talvez por isso os Reds sejam uma das equipes mais perigosas nos minutos finais da Liga: marcou 4 gols depois dos 30 do 2o tempo.

O Anzhi fará sua estreia nos campos dos inventores do futebol. Na primeira participação em campeonatos europeus em 10 anos, os russos pela primeira vez irão encarar um time inglês. Bom para o volante Lassana Diarra, que defendeu Liverpool e Chelsea. Os brasileiros Ewerton (ex-Braga) e Jucilei (ex-Malutrom e Corinthians-SP) dão a base para um time que tem no ataque o perigosíssimo camaronês Samuel Eto’o (aquele que é pior que o Obina. Ou não) e no banco de reservas o experiente técnico holandês Guus Hiddink.

Com dois gols na Liga, Eto’o é a esperança russa para que o time avance à uma inédita classificação na Liga Europa. Se vencer o Liverpool (que nunca perdeu dois jogos seguidos em casa em competições europeias) ou ao menos não perder o jogo, leva a decisão da vaga para a Rússia – conhecendo Hiddink, prevê-se um jogo duro na marcação para o Liverpool.

Transmissões

O Terra transmite todos dos 24 jogos da segunda rodada da Liga Europa. Alguns jogos não terão narrador e comentarista, com o som ambiente do estádio de fundo. As transmissões começam às 14h. Conecte-se com a gente!

Gols: resumo da rodada européia de 04 a 07/10

Veja os gols da Liga Europa e dos campeonatos Alemão e Português

04/10 -Liga Europa

Panathinaikos 1-1 Tottenham

Em Atenas, o Panathinaikos, em crise, recebeu o embalado Tottenham, pelo Grupo J da Liga Europa. Os gregos seguraram os ingleses, mas o resultado não foi bom pra ninguém. Clique na imagem pra assistir!

Liverpool 2-3 Udinese

Pelo Grupo A, em Liverpool, os donos da casa saíram na frente. Mas a italiana Udinese mostrou que não está para brincadeira na Liga Europa.

05/10 – Campeonato Alemão

Augsburg 3-1 Werder Bremen

Pela sétima rodada do Alemão, o Augsburg, que ainda não havia vencido, derrotou em casa o Werder Bremen. O detalhe curioso: Baier, de falta, fez o terceiro gol dos donos da casa. Não, não é Paulo; é o alemão Daniel Baier. Parentes?

07/10 – Campeonato Português

Porto 2-0 Sporting

Em Portugal, teve clássico: Porto e Sporting se enfretaram no Estádio do Dragão. Com direito a um golaço de calcanhar, os Dragões engoliram os Leões em jogo com polêmica arbitragem.