Responsável pelas figurinhas da Copa explica erros em não-convocados

Robinho: Copa só no álbum

Jessica Tadmor é a responsável pela coordenação do projeto do álbum da Copa da Editora Panini no Reino Unido e, em entrevista à revista britânica Four Four Two, explicou como a editora define os jogadores que entram na coleção – motivo de muita discussão entre os torcedores e colecionadores. “Bem, temos que advinhar antes deles serem convocados”, conta, “mas nós cruzamos as informações das confederações com os palpites de jornalistas em todo o Mundo.” Com bom humor, tirou de letra as críticas pelos erros. “Aparentemente, David Beckham ficou muito honrado em estar no álbum de 2010, apesar de não estar nos planos do [então técnico inglês] Fábio Capello”.

Ao todo (ao menos por enquanto) 69 jogadores que estão entre as quase 650 figurinhas do álbum estão fora da Copa.

Tadmor ainda revelou que o principal produtor mundial é o Brasil: “Podemos produzir cerca de 25 milhões de pacotes por dia.” 

Leia também:

Perto da Copa, Messi ganha estátua na Argentina
Em Dublin, vai ter Copa e vai ter copo
C
ruyff dispara: não será uma grande Copa
O
 Fantasma de 1950 também assombra o Uruguai

Anúncios

Site especializado em Libertadores qualifica Flamengo como “time pequeno”

O site Pasión Libertadores, especialista na cobertura da Copa Libertadores para a América Latina, colocou o Flamengo como uma das possíveis surpresas para a competição deste ano.

A polêmica é o rótulo de “time pequeno” atribuido ao Fla, atual campeão da Copa do Brasil e campeão da própria Libertadores em 1981. Enumerado ao lado de Deportivo Anzoátegui e Zamora (Venezuela), Santos Laguna (México) e O’ Higgins (Chile), o time carioca é elogiado por contar com Elano e Erazo, reforços recém-chegados, mas considerado “pequeno e segunda força de seu Estado”.

O site não tem relação direta com a Conmebol, apesar de ter os mesmos patrocinadores da Libertadores. Sua comunidade no Facebook tem mais de 1,5 milhão de seguidores.