Liga Europa: vem aí a fase final

Acabou a fase de grupos da Liga Europa! E o Terra exibiu todos os 144 jogos que definiram os 24 classificados em 12 grupos. A partir de agora, a competição entra em fase eliminatória, com as 32 equipes jogando em ida e volta até restarem dois para a decisão, dia 15 de maio de 2013, em Amsterdã, na Holanda.

Pera lá, eu disse 24 classificados e 32 equipes? Tá errado isso, não? Não. A Liga Europa ganha agora a participação dos 3os colocados da fase de grupos da Champions League, fortalecendo ainda mais a segunda principal competição de clubes do Mundo – números destacados em estudo da Pluri Consultoria, que você pode conferir aqui (a Libertadores, apesar da paixão, é apenas a 16a colocada no ranking). Entre eles, o atual campeão europeu, o Chelsea.

O sorteio, que terá transmissão do Terra no dia 20, definirá os 16 jogos. Os primeiros colocados na fase de grupos mais os 4 melhores terceiros da UCL ficarão em um pote; os segundos e os 4 restantes da UCL, em outro. Na definição dos jogos, por sorteio, duas restrições: não pode haver confrontos entre equipes do mesmo país, nem do mesmo grupo, ao menos nessa fase de 1/16 avos de final.

Eis os potes:

Pote 1: Liverpool, Viktoria Pilsen-RCH, Fenerbahçe, Bordeaux, Steaua Bucaresti-ROM, Dnipro-UCR, Genk-BEL, Rubin Kazan-RUS, Lyon, Lazio, Metalist-UCR, Hannover 96, Cluj-ROM, Chelsea, Olympiakos e Benfica.

Pote 2: Anzhi-RUS, Atlético de Madrid, Borussia Monchengladbach, Newcastle, Sttutgart, Napoli, Basel-SUI, Internazionale, Sparta Praga-RCH, Tottenham, Bayer Leverkusen, Levante-ESP, Dínamo Kiev, Zenit-RUS, Ajax e BATE Borisov-BLR.

Os clubes estão relacionados na ordem dos grupos da Liga Europa, com os remanescentes da UCL por último. Assim, você mesmo pode imaginar os possíveis confrontos, com a ressalva acima.

Grandes camisas e boas surpresas em campo. O melhor time da primeira fase da Liga Europa foi o francês Lyon, com 16 dos 18 pontos possíveis; da UCL, além do atual campeão Chelsea, o surpreendente Cluj também foi eliminado com 10 pontos – 2 a mais que o Milan, que seguiu na Champions, por exemplo. O atual campeão da Liga, Atlético de Madrid (foto), os fortes e tradicionais Liverpool, Tottenham, Napoli, Ajax, Benfica e Internazionale e os bons Zenit, Anzhi, Dnipro, Fenerbahçe e Bayer Leverkusen fecham o grupo dos que podem conquistar o título.

O Terra transmitirá todos dos jogos até a decisão, ao vivo pela internet. E o que é melhor, de graça. Acompanhe!

Gols: resumo da rodada européia de 08 a 11/11

Muitos – e belos – gols nos jogos da Liga Europa e do Campeonato Português, que o Terra transmitiu no último final de semana. Clique nas imagens para ver como foram os jogos:

08/11 – Liga Europa: Napoli 4-2 Dnipro

Um grande jogo no estádio San Paolo, em Nápoles. O então invicto e 100% Dnipro chegou a virar o jogo contra os italianos, mas não contavam com um dia tão inspirado de Cavani, que marcou 4 gols e garantiu a vitória napolitana.

08/11 – Liga Europa: Partizan 1-3 Internazionale

Em Belgrado, na Sérvia, a Inter usou um mistão e bateu o Partizan por 3-1. O placar, no entanto, não mostra o que foi o jogo: o time da casa não teve melhor sorte porque parou no goleiro interista Handanovic.

09/11 – Campeonato Português: Gil Vicente 1-0 Paços de Ferreira

Pelo Campeonato Português, Gil Vicente e Paços de Ferreira abriram a 9a rodada em duelo no meio da tabela. Melhor para os visitantes, invictos fora de casa há seis meses, e que se projetaram como aspirantes a uma vaga na Liga Europa 2013/14.

10/11 – Campeonato Português: Porto 2-1 Académica

Porto e Benfica continuam a briga pelo título rodada a rodada. Para o Dragão, o desafio foi contra a Académica de Coimbra, jogando em casa. Com golaço do colombiano James Rodriguez e falha do brasileiro Helton, ex-Vasco, o jogo foi movimentado e terminou sendo mais complicado do que se esperava para o time da casa.


Liga Europa: prévia da 4a rodada

Os estádios San Paolo e Partizana serão dois dos 24 palcos da 4a rodada da Liga Europa, que terá várias definições na fase de grupos nesta rodada. O Terra transmitirá os 24 jogos ao vivo nesta quinta-feira. Eu estarei em dois duelos, vamos a prévia deles:

16h – Napoli x Dnipro – Estádio San Paolo, Napoles, Itália

Precisando da vitória para seguir na competição, o Napoli recebe o Dnipro, da Ucrânia, no San Paolo, na Itália, em jogo do Grupo F da Liga Europa. Com três pontos em três jogos, a tarefa do time que venceu a competição em 1988/89, com Diego Maradona e Careca em campo, não será nada fácil. Do outro lado estará o Dnipro, uma das únicas equipes com 100% de aproveitamento na Liga Europa, ao lado de Atlético de Madrid e Lyon.

O técnico Walter Mazzarri continua apostando na dupla Cavani e Vargas no comando de ataque napolitano. Vargas, com 3 gols, é o artilheiro da fase de grupos da Liga Europa. Terceiro colocado no Campeonato Italiano, com 23 pontos em 11 jogos, o clube de Nápoles vem de boas campanhas ano a ano desde que voltou à Série A Italiana após ter falido e até trocado de nome. Já são 15 jogos invicto em casa em competições européias (perdeu a última em casa em 07/12/94, 0-1 para o Eintracht Frankfurt-ALE). Para manter a escrita e seguir vivo na competição, conta com o experiente goleiro De Sanctis, bicampeão da Liga Europa entre 2005 e 2007 pelo Sevilla, que comanda a defesa com Paolo Canavarro – irmão do capitão do tetra mundial italiano, Fábio – e tem no elenco o brasileiro Bruno Uvini, 21, ex-São Paulo FC, que ainda não jogou na Liga Europa.

Brasileiros são a arma do Dnipro, que vê na Liga Europa a grande chance de conquista na temporada – no Ucraniano, está  na vice-liderança, 12 pontos atrás do Shakhtar Donetsk. Giuliano, ex-Paraná e Inter, e Matheus, que no Brasil defendeu apenas o Itabaina-SE, mas teve destaque no Braga, de Portugal, comandam a equipe. Além deles, o zagueiro croata Mandziuk, o meia ucraniano Konoplyanka e o também ucraniano Seleznyov compõe a força de um time que sonha em vencer sua primeira competição justamente em âmbito europeu.

Na rodada passada, em Dnipropetrovsk, o time da casa fez 3-1 no Napoli, com direito a um gol de Matheus e outro de Giuliano. O jogo agora será no San Paolo, que recebeu a histórica semifinal da Copa 1990, quando a Argentina de Goycochea parou a Itália nos pênaltis.

18h05 – Partizan x Inter – Estádio Partizana, Belgrado, Sérvia

Virtualmente classificada para a próxima fase, a Internazionale vai à Sérvia pegar o tradicional Partizan Belgrado pela segunda vez consecutiva. Na rodada passada, em Milão, venceu por 1-0 com dificuldades, mas o suficiente para dividir a liderança do Grupo H com o Rubin Kazan da Russia – perde apenas nos critérios.

Vice-líder do Italiano com um ponto a menos que a Juventus (27 a 28), a Inter, maior campeã da história da Liga Europa com três conquistas (Juve e Liverpool também tem três), jamais perdeu para o Partizan. Na história, são 4 vitórias e um empate. Jogando em Belgrado, venceu uma e empatou outra em jogos anteriores. Um dos confrontos mais importantes foi em 1963/64 pela Champions League, nas quartas de final. A Inter venceu em Belgrado por 2-0, gols dos brasileiros Jair e Mazzola, e, somando o resultado de ida (2-1) avançou até fazer a decisão com o Real Madrid, quando venceu e ficou com o título.

Nesta temporada, são três brasileiros no elenco nerazzurri. O mais conhecido é o ex-vascaíno Phillipe Coutinho, que foi titular em todos os jogos da Liga Europa até aqui, inclusive marcando um gol contra o Néftçi, do Azerbaijão. Juan Jesus, ex-Internacional, e Jonathan, ex-Cruzeiro, ambos zagueiros, fecham a lista verde-e-amarela. O técnico Andrea Stramaccioni está remontando um time que chegou ao ápice com o título Mundial em 2010, junto com um pentacampeonato italiano. o zagueiro argentino Javier Zanetti e os meias Wesley Sneidjer (Holanda) e Esteban Cambiasso (Argentina) são os destaques. Sneidjer ainda não atuou na Liga Europa, competição na qual Stramaccioni tem mexido muito nos 11 iniciais.

O Partizan chega para o jogo depois de vender caro a derrota em Milão, quando sofreu o gol da derrota aos 43 do segundo tempo. Líder do Campeonato Sérvio, com 5 pontos a mais que o Crvena, a equipe de Belgrado precisa vencer se quiser sonhar em estar na próxima fase. Vice-campeã da UCL em 1966, o Partizan sofreu com as diversas fragmentações de seu pais; era Yugoslávia, virou Sérvia e Montenegro e passou a ser apenas Sérvia. No banco, um ex-jogador, identificado com o clube: Vladmir Vermezovic. Ele comanda uma equipe que ainda não marcou nenhum gol na Liga Europa, tendo perdido seus três jogos por 1-0.

O Terra inicia as transmissões dos 24 jogos às 14h, ao vivo e em alta definição. Conecte-se com a gente!

Gols: resumo da rodada européia de 19 a 21/10

O Terra está transmitindo nove campeonatos europeus. Clique nas imagens para ver os gols de algumas partidas do último final de semana:

Campeonato Ucraniano

20/10 – Zorya 3-2 Dnipro

Pelo Campeonato Ucraniano, o Zorya recebeu o Dnipro de Giuliano (ex-Paraná e Inter), que tentava reduzir a distância de 12 pontos para o líder Shakhtar Donetsk. Acabou surpreendido, com direito a gol brasileiro para o Zorya.

Campeonato Belga

20/10 – Leuven 4-1 Club Brugge

Pelo Campeonato Belga, o Club Brugge liderava invicto a competição, mas, com um jogo a menos que o Anderlecht, se viu pressionado pelo rival que tinha chegado aos mesmos 22 pontos. Parecia fácil para o tradicional time de Bruges, mas o Leuven, fundado em 2002, acabou com a farra e impôs sonora goleada.

Campeonato Alemão

21/10 – Hamburgo 0-1 Stuttgart

Em Hamburgo, o time da casa podia chegar na quarta posição, dentro do grupo de classificação para a Liga Europa. Mas encarava um Stuttgart ameaçado pela zona de rebaixamento. Num grande jogo, melhor para os visitantes.