Guia dos Playoffs da NFL 2013-14

por André Tesser*
 
 
Começa nesse 04 de janeiro um novo campeonato na NFL.
 
Sim, porque os playoffs podem ser considerados uma nova competição, já que tudo que aconteceu na temporada regular é praticamente zerado e as equipes se enfrentam em jogos eliminatórios, nos domínios daqueles melhores classificados na temporada regular, na sistemática famosa do “win or go home”. A temporada regular é realmente apenas classificatória para os playoffs. Claro que ela é um bom indicativo do nível das equipes e de suas possibilidades de avanço nos jogos eliminatórios. Mas o fato de em apenas um jogo uma equipe definir seu futuro no campeonato realmente muda a cara da competição.
 
É difícil prever qualquer resultado nos playoffs, mas, como bom palpiteiro, não posso me furtar de apontá-los.
 
NFC:
 
Os classificados para os playoffs são o Seattle Seahawks (primeiro colocado, campeão da NFC West e que garantiu o mando de jogo até a final da Conferência e uma folga na primeira rodada), o surpreendente Carolina Panthers (segundo lugar geral, campeão da NFC South, garantindo uma folga na primeira rodada eliminatória), o Philadelphia Eagles (terceiro lugar e campeão da NFC East), Green Bay Packers (quarto lugar e campeão da NFC North), San Francisco 49ers (quinto lugar e melhor campanha entre os times que não ganharam suas divisões) e o New Orleans Saints (sexto lugar e segunda melhor campanha entre aqueles que não venceram suas divisões).
 
Assim, Seahawks e Panthers não jogam nessa primeira rodada. O Eagles enfrenta, em casa, o Saints, enquanto o Packers recebe no seu estádio o 49ers. Curioso é que tanto o Saints quanto o 49ers tiveram mais vitórias que seus oponentes na temporada regular, mas, por não terem ganho suas divisões (o Panthers ganhou a divisão do Saints e o Seahawks, a do 49ers), terão que jogar fora de seus domínios.
 
Philadelphia Eagles x New Orleans Saints, na Filadéfia, sábado, às 23h30:
 
Em casa, o Eagles tem sido irregular, embora tenha melhorado na segunda metade da temporada. Seu novo quarterback Nick Foles, apoiado por dois grandes jogadores (Lesean MacCoy e Desean Jackson), fazem do ataque uma arma importante e a defesa jogou bem na temporada. Por outro lado, o ataque do Saints também é muito forte, pois seu quarterback Drew Brees é dos melhores da liga (tendo ganhou um Super Bowl sendo MVP e com alguns recordes individuais importantes) e conta ainda com Jimmy Graham, Marques Colston e Pierre Thomas. Porém, Drew Brees nunca conseguiu vencer um jogo de pós temporada fora de New Orleans.
 
A chave do jogo será o rendimento dos quaterbacks. Se Nick Foles repetir nos playoffs a temporada excelente que fez, dificilmente o Eagles perderá o jogo; mas, se Brees resolver jogar bem fora de casa um jogo de playoff, o Saints terá boas chances.
 
Palpite: jogo equilibrado, mas o Eagles vence.
 
Green Bay Packers x San Francisco 49ers, em Wisconsin, domingo, às 19h30
 
Esse confronto tem tudo para ser o melhor dessa primeira rodada. As equipes enfrentaram-se nas semifinais da NFC da temporada passada, mas em São Francisco, com a vitória do 49ers no jogo em que o time da California teve a melhor performance ofensiva de sua história nos playoffs. Esse ano, os times se encontraram na primeira rodada temporada regular, também em San Francisco e também com vitória do 49ers. Mas, agora, dois fatores certamente influenciarão o confronto.
 
Primeiro, o Packers classificou-se apenas na última rodada com uma vitória épica a menos de um minuto do final do jogo contra seu maior rival, Chicago Bears, fora de casa, no jogo do retorno de seu excepcional quarterback, Aaron Rodgers, o que deve lhe dar um “gás” maior para os playoffs. E, por segundo – e não menos importante, o frio. A temperatura esperada para o Lambeau Field (estádio aberto em Green Bay) é de – 20° C. Isso mesmo, vinte graus negativos, uma amplitude térmica de quase 30 graus para San Francisco. Não é algo a se desprezar.
 
O Packers sofreu com diversas contusões ao longo da temporada. Além de Aaron Rodgers, a dupla de recebedores, teve Randon Cobb fora em vários jogos. Os Packers melhoraram o jogo corrido, principalmente com o calouro Eddie Lacy que fez uma boa temporada, mas que parece estar jogando lesionado. E sua grande estrela defensiva, o linebacker Clay Mathews ainda é dúvida para o jogo desse domingo. O 49ers fez uma campanha de 12 vitórias, mas teve momentos de irregularidade que preocupam seu torcedor. Seu quaterbarck Colin Kaepernick fez uma temporada de altos e baixo, às vezes dentro do mesmo jogo. A volta do recebedor Michael Crabtree deu uma esperança de melhora do jogo aéreo, que já conta com o tight end Vernon Davis e o wide receiver Anquan Boldin como bons alvos. O jogo corrido de Frank Gore ainda funciona e a defesa do Niners tem, talvez, o melhor corpo de linebackers da Liga.
 
Palpite: num jogo em que a adaptação ao frio deve ser determinante, e com a crescida de Green Bay, com dor no coração (sou torcedor dos Niners), o Packers deve ganhar o confronto.
 
AFC:
 
Os classificados para os playoffs são o Denver Broncos (primeiro colocado, campeão da AFC West e que garantiu o mando de jogo até a final da Conferência e uma folga na primeira rodada), o New England Patriots (segundo lugar geral, campeão da AFC Eats, garantindo uma folga na primeira rodada eliminatória), o Cincinnati Benagles (terceiro lugar e campeão da AFC North), Indianopolis Colts (quarto lugar e campeão da AFC South), Kansas City Chiefs (quinto lugar e melhor campanha entre os times que não ganharam suas divisões) e o San Diego Chargers (sexto lugar e segunda melhor campanha entre aqueles que não venceram suas divisões). Assim, Broncos e Patriots não jogam nessa primeira rodada. O Bengals enfrenta, em casa, o Chargers, enquanto o Colts recebe no seu estádio o Chiefs. Nessa conferência, Bengals, Colts e Chiefs tiveram uma temporada com 11 vitórias e 5 derrotas, o que mostra o equilíbrio entre os times.
 
Cincinnatti Bengals x San Diego Chargers, em Cincinnatti, domingo, às 16h00
 
O Bengals não perdeu no seu estádio na temporada regular, ganhando todas as oito partidas que disputou. Isso faz do time de Ohio uma equipe muito forte em seus domínios, com uma defesa muito boa e um quaterback, Andy Dalton, que teve excelentes momentos na temporada. O wide receiver AJ Green está entre os melhores da liga e o jogo corrido é constante com o running back Giovanni Bernard. O San Diego Chargers classificou-se “na bacia das almas” com um Field goal na prorrogação da última rodada contra o time misto do Chiefs, que haviam perdido também um Field goal para ganhar o jogo no finalzinho do tempo normal. Mas, o fato de terem enfrentado o Denver Broncos – melhor time da temporada regular – em duas partidas e também de fazerem parte da única conferência que classificou três times para os playoffs (AFC West), mostra que o time da California não pode ser desprezado. A conexão aérea do quarterback Phillip Rivers e do tight end Antonio Gates é das mais profícuas da Liga, e o jogo corrido é bem estabelecido com Danny Woodhead, running back contratado junto ao Patriots. Mas, a defesa de San Diego é seu ponto fraco.
 
Palpite: deve ser o jogo menos equilibrado dos playoffs e a vitória do Bengals, jogando em casa, é mais do que provável.
 
Indianapolis Colts x Kansas City Chiefs, em Indianápolis, sábado, às 19h30
 
O jogo que abre os playoffs será um confronto entre uma equipe que começou muito bem a temporada contra um time que teve grandes momentos, mas que teve a seu favor o fato de estar na divisão mais fraca da Liga, a AFC South, vencendo todos seus seis confrontos dentro dela. O Chiefs chegou a ganhar as nove primeiras partidas, mas, depois disso, só ganhou mais duas. O Colts, por seu lado, venceu San Francisco 49ers (em San Francisco), Seattle Seahawks e Denver Broncos, esses dois últimos, as duas melhores campanhas da Liga.
 
O Colts terá a seu favor o fato de jogar no seu estádio e de viver um melhor momento que o Chiefs. Indianapolis vem de três vitórias seguidas, e seu quaterback Andrew Luck está mais maduro e parece capaz de levar o time a vencer uma partida de playoff, o que ainda não aconteceu na era pós Peyton Manning. Especialmente porque conta com mais uma boa temporada do wide receiver Reggie Wayne e porque o running back Trent Richardson parece ter encaixado seu jogo corrido. A defesa é das melhores da liga também. Já o Chiefs, que começou arrasador com nove vitórias seguidas, vive claramente um momento de declínio. Vem de duas derrotas seguidas e, depois da nona rodada, ganhou apenas duas partidas das sete restantes. Mas, a grande defesa do time, aliada ao jogo corrido de Jamaal Charles pode devolver ao Chiefs as grandes atuações do começo da temporada. De qualquer modo, estar nos playoffs já uma vitória para uma equipe que venceu apenas duas partidas na temporada passada e que, com a chegada de Andy Reid como Head Coach parece ter adquirido novo status na Liga.
 
Palpite: o melhor momento do Colts deve ser decisivo para a primeira vitória de Andrew Luck em um jogo de playoff. O que, se acontecer, mandará o Colts para mais um confronto histórico contra seu ex-quaterbarck Peyton Manning, dessa vez, em Denver, nas semifinais da Conferência.
 
*André Tesser é louco por ‘football’ e amigo do blog.

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s