O campeão, a festa e as lições

Marcelo Oliveira sobreviveu às críticas e levou o caneco

Supremacia consolidada: mesmo sofrido, nos pênaltis, o Coritiba ficou com a taça do Paranaense 2012 e coroou o renascimento do clube após os episódios de 2009: tricampeão estadual depois 39 anos. Uma conquista com muitos elementos, mas que tem alguns símbolos: Vilson Ribeiro de Andrade, o capitão da reação; Felipe Ximenes, o mentor; e Marcelo Oliveira, o executor.

Os números não deixam dúvidas: o Coxa foi o melhor time do Paranaense 2012. Melhor ataque, com 55 gols, maior número de vitórias (16) e menor de derrotas (apenas 1), um aproveitamento de 80%. Foi o único a vencer clássico e sairá da temporada – a não ser que os rivais se cruzem na decisão da Copa do Brasil, o que é possível – sem perder Atletibas.

Hão de dizer que houve erros de arbitragem que ajudaram o Coritiba, como o já histórico gol anulado do Londrina em disputa direta. Fato. Mas na hora da onça beber água, o Coxa foi buscar os resultados que lhe interessaram.

O Coritiba sai do Estadual com o astral em alta e sabedor das limitações que tem. No clássico de ontem, improvisou os dois laterais (Lucas Mendes é zagueiro, embora já tenha mais currículo como lateral-esquerdo), foi pouco criativo no primeiro tempo, com saída de bola lenta e se ressentiu de mais presença no ataque. Mas tem uma boa defesa e descobriu em Éverton Ribeiro um potencial substituto para Marcos Aurélio. Quando Rafinha recuperar a condição física, a dupla poderá dar samba.

Nas comemorações, Marcelo Oliveira e o vice-presidente Ernesto Pedroso admitiram uma briga interna entre o técnico e o superintendente Felipe Ximenes. A razão seria duas opiniões diferentes sobre a montagem do elenco. É fato que Marcelo Oliveira teve que remontar a equipe, que não tem a mesma força de 2011. E foi ele quem absorveu as críticas da torcida – mas, se o clube não tivesse comando, poderia ter deixado o barco no meio. Deu a entender que segue no Coritiba. Melhor assim: mesmo com algumas críticas, Marcelo entende o projeto do Coritiba, as limitações financeiras e as ambições do clube. E não é fácil substituir: sempre que se falar em trocar o técnico, faça a você mesmo a pergunta, “e quem vem?”

Vanderlei, que havia falhado no primeiro jogo, recuperou-se defendendo a cobrança de Guerrón. Justo Guerrón, de quem os atleticanos esperavam mais e, sintomaticamente, era o mais vaiado em campo pela torcida coxa quando pegava na bola. Faz parte das ricas histórias do futebol: redenção de um, condenação de outro. Guerrón e o Atlético serão assunto mais abaixo; já Vanderlei chega ao penta-estadual (venceu com o ACP em 2007) mostrando apenas que não é infalível, mas é um bom goleiro.

Quem também sorri é Tcheco, líder da equipe em campo, encerrando a carreira em alta e em casa. Tcheco é peça impossível de se repor por tudo o que representa, mas o papel de líder caberá a alguém que o Coxa deve buscar para o Brasileiro. Quem? Não sei. Mas equipes vencedoras precisam de uma referência em campo.

Como já disse o Leo Mendes Jr., o gol do título, de Éverton Ribeiro, simboliza o que foi o campeonato coxa-branca: parecia que não ia, quando deu na trave, mas entrou. A ressaca pelo título tem que ser curada hoje: na quarta, tem Salvador no caminho, pela Copa do Brasil, contra o Vitória. O tri é digno de festa e, em um campeonato de dois times, mexe com o ego e em si mesmo é um fim, pois a razão de um clube de futebol é levantar taças. Mas o vôo tem que ser mais alto e, passada a festa, o trabalho segue. Já no domingo, tem Campeonato Brasileiro.

As lições

O Coritiba tricampeão tem muito a ensinar ao Atlético. Em 2009, mascarada pelo centenário do clube, a crise rondava o Alto da Glória. Dirigentes se aproveitando do clube para fazer política, disputa interna, muita vaidade, elenco disperso. Para festa, prometeu-se AC/DC, veio a banda 100% Paraíba, do camisa 10 Marcelinho – mais politicagem. Fanfarronices agudas, que resultaram no que todos já sabem. O rebaixamento, as punições e a quase falência do clube, admitida pelo atual presidente Vilson Ribeiro de Andrade, só foi evitada porque houve assertividade nas escolhas. Projeto de longo prazo com técnicos (se a CBF não chama Ney Franco, estaria até agora aqui; Marcelo Oliveira segue na mesma linha), contratações com perfil de identificação ao clube, demonstrações de maturidade dos dirigentes, que nunca evitaram as críticas, apenas lidam melhor com elas.

O Atlético levantou a taça pela última vez em 2009, em meio a esse panorama coxa-branca. Não fosse isso e o Coritiba poderia ser penta. E o Furacão, àquela época, já demonstrava que perdeu o rumo na administração, com a atual gestão batendo forte na anterior – que, diga-se, cometeu muitos erros.

Para voltar a crescer, o Atlético precisa se resolver internamente. A cada derrota, os atleticanos se dividem em Petraglistas e Malucellistas, como se só as duas figuras importassem. Precisa também ter um objetivo: clube de futebol existe para vencer, não ser apenas superavitário. Se os estaduais estão falidos e são desinteressantes (e de fato estão), são também a conquista mais a mão do clube. Num campeonato com dois clubes, o Atlético foi o segundo.

A atual diretoria prefere atacar à responder. Não se sabe onde o clube jogará no Brasileiro B, já que o estádio que tem e cederá à Copa da Fifa está em obras e não chegou a um acordo com os rivais; mas esse assunto não é abordado pela diretoria. Como nenhum outro: questionar a direção atleticana é quase um crime. Pode ser o plano de sócios, os critérios de contratação da gestão de futebol, o currículo dos profissionais escolhidos no cargo ou ainda o departamento de marketing e comunicação, ineficaz e com escolhas distorcidas.

Personificando o clube como se fosse apenas seu, o atual presidente não responde sobre contratações, ambições, projetos, dívidas, etc. Prefere usar os veículos oficiais para atacar quem o questiona. Sem explorar os espaços de mídia que tem, o clube levanta sobre si um sem número de boatos e o principal: não ostenta um patrocínio central na camisa, fonte de renda importantíssima.

Durante a semana, uma despropositada carta a arbitragem sob o pretexto de motivação simbolizou a gestão em comunicação do clube. Se não era ofensiva, perdeu o sentido por não ter valor prático – arbitragem já definida e para questioná-la existem outros meios – e principalmente por não valorizar a própria necessidade do clube, preferindo amparar-se no rival. Desnecessária.

Por sua vez, o Coritiba, que tem janelas e horários para entrevistas como qualquer outro clube, lida melhor com a relação com a mídia e tem, apenas na camisa, 9% de sua arrecadação.

O Atlético de hoje propõe-se a ser campeão do Mundo, mas não vence sequer o campeonato que ele mesmo despreza. Há uma falta de sintonia entre o discurso e a prática.

Evidentemente, não está tudo errado. O Estadual serve para o Atlético ver que o time é mediano. Para voltar à Série A, carece de reforços. O técnico Juan Ramón Carrasco é bom: basta ver que aproveitou a base que caiu em 2011 e alguns pratas da casa e fez um time competitivo. Mas é pouco. Rodolfo, Liguera, Ricardinho e Edigar Junio são boas surpresas. Outros, como o goleiro Vinícius, desperdiçaram oportunidades. Mesmo Guerrón, que na hora H acaba refugando – um Baloubet du Roet dos campos – tem utilidade na Série B e na Copa do Brasil. Só é preciso entender melhor a cabeça do equatoriano, que dizem os próximos, vive em mundo só seu.

Petraglia tem uma inigualável lista de serviços prestados ao próprio Atlético. Mas deveria aproveitar essa segunda, com ressaca de derrota, para refazer alguns conceitos. O exemplo está logo ao lado.

Estaduais

O campeão é o melhor time do Paraná e tem mais é que fazer festa. Mas os Estaduais estão mofando no calendário brasileiro. À exceção do Paulistão e do Carioca, amparado pela maior rede de TV do país, os demais dão prejuízo. São cinco meses perdidos, com déficit em arrecadação, pouca atratividade e pouca competitividade. O abismo que se abre entre os médios – onde estão os paranaenses –  e os gigantes nacionais só aumenta com os Estaduais.

Passou da hora de retomar os Regionais. Não é preciso ser mágico pra saber que um Grêmio x Coritiba levará mais gente ao campo ou à frente da telinha que um jogo com o Iraty. Os Estaduais devem ser uma porta de acesso aos Regionais, movimentando o calendário o ano todo. O que mataria o futebol do interior não é o fim desse tipo de competição e sim o que já acontece: um clube com a história e estrutura do Londrina parado o resto do ano. O mesmo para o Operário. Estes, se não estiverem nos Regionais, devem jogar um Estadual de ano inteiro, disputando vaga na Copa do Brasil e na Copa Sul.

Não é difícil, é só copiar o que já foi feito. Impulsionará o futebol local de várias maneiras. Mas é preciso vontade e desapego político.

Pensando bem, é difícil sim.

60 comentários sobre “O campeão, a festa e as lições

  1. O que impede de voltar a Copa Sul-Minas? Oposto que tem rede globo no meio… Obviamente seria mais rentável pra todos, maior audiência, público, publicidade… Jogo contra o Iraty, Roma, etc é dose

    Curtir

  2. Se fosse devidamente anulado o segundo gol do Coxa do Anderson Aquino na Vila capanema domingo retrasado o discurso seria outro.A grande verdade é que pra ser campeão paranaense o Atlético tem sempre que montar um time muito superior a de seus adversários.Se montar um time igual ou levemente superior acontece o que houve neste ano.A arbitragem faz toda a diferença.Se tivessemos tido arbitragens boas como a de ontem ao decorrer de todo o campeonato tenho certeza que o resultado seria outro.Lógico,ontem tinha observadores da CBF no Couto Pereira.E é logico também que se tivéssemos montado um time igual ao de 2001 ou ao de 2004,ou mesmo de 2005, passaríamos por cima mesmo da arbitragem mal intencionada.Mas o Petraglia que se vire,querer uma arbitragem imparcial no campeonato paranaense já é demais…Ele que monte supertimes,mesmo pra disputar campeonato paranaense e série B,que são campeonatos deficitários pra caramba.

    Curtir

  3. Comentário 3 perfeito. E o que dizer de uma imprensa que se esconde atrás de “erros de arbitragem” e precisa fazer média com a auduiência de 50%, por isso estão sempre em cima do muro. O que fazer para mudar esta cultura de décadas do futebol paranaense, em que na dúvida, os árbitros favorecem os verdes?

    Curtir

  4. É uma torcida velha, que ocupa posições em Federações, Comissões de Arbitragem, Tribunais de Contas, TJD e Ministérios Públicos da Vida. Sem contar o apoio da RPC através da Gazeta do Povo e o colunista coxa Airton Cordeiro. Mas é isso mesmo; Para o CAP ganhar, temos que declarar guerra contra tudo e todos. Sempre foi assim, pesquisem na história. CAMPEONATO PARANAENSE = ESQUEMÃO PINHEIRÃO……aguardem.

    Curtir

  5. Pois é.É o tal do si$tema que o Petraglia tem falado.Inclusive o Petraglia foi ridicularizado pela Gazeta do povo por falar sobre isso,pelo Airton Batista,O “Tusca”,em seu blog.Este Tusca foi meu vizinho durante muitos anos,e é coxa-branca doente desde que nasceu,ele e seu irmão menor.Este Tusca debochou do petraglia na gazeta do povo comparando o mesmo com um hare-Krishna,ou com alguém maluco que gostaria de viver em uma sociedade alternativa,por falar no tal do si$tema.Infelizmente estes cronistas esportivos alvi-verdes não conseguem separar seu lado de torcedor do lado profissinal-ético que deveriam exercer.Preferem ocupar lugares estratégicos na midia pra defender com unhas e dentes sua paixão clubistica.Em quatro Atletibas deste campeonato o CAP foi seriamente prejudicado pela arbitragem em tres,sendo que no ultimo ninguem foi beneficiado.Mas a culpa é do petraglia que não soube montar time e do guerron que não sabe bater penalti. Como se o time do Coritiba ,que precisou ser ajudado pela arbitragem em 14 jogos deste campeonato pra poder sagrar-se campeão,principalmente nos Atletibas decisivos,fosse um exemplo de primor na administração de futebol.Um clube que tem um passivo trabalhista de quase 100 milhões,fruto de calote em seus jogadores em um passado recente.Este é um exemplo a ser seguido?Fala sério.

    Curtir

  6. Napoleão
    Voce tem o lance do Guerron no primeiro tempo ,o qual foi marcado impedimento pelo Braatz quando ele ia fazer o gol ?Pelo replay da RPC pareceu ser um lance bem duvidoso…

    Curtir

  7. Porque os bandeirinhas não trabalharam tão bem nos demais Atletibas ? De uma hora pra outra “aprenderam”…..

    Curtir

  8. A turma do água verde continua chorando? Vão chorar até quando…? Chorem com o senhor Domingos Moro que foi atrás para livrar a cara do guERRON que de vilão se transformou em Salvador de todas as deficiência do CAP. Aliás, Obrigado ao Sr Moro por conseguir colocar o cara em campo!

    Curtir

  9. Fernando Luis Wandrowelsti, vc é engraçado, acha que faz uma análise imparcial mas é totalmente “fanático”. Só são lembrados os erros a favor do Coritiba porque ele era o favorito, todos os erros contra ninguém cita, na verdade vcs acham que não houve nenhum erro contra! É fato que a arbitragem foi ruim, prejudicou e ajudou vários times em lances duvidosos. Agora dizer que há um complô a favor do Coxa é coisa de criança ou lesado mesmo… Choro e desculpa de mau perdedor!

    Curtir

  10. Tá aí a prova viva. Se escondem atrás de “erros de arbitrage”. O Seu Rodrigo Lima diz que teve erros contra o favorito da FPF mas não os cita. Tratam como choradeira, claro, fica mais fácil. Procurem erros que prejudicaram o coxinha em lances capitais, NÃO EXISTEM. Sem apito amigo, a diversão garantida começa neste domingo no Brasileirão, coxinha brigando para cair. Volte ao seu lugar de direito que é a Segundona. TIME GOLFINHO.

    Curtir

  11. UMA VEZ. Apenas UMA VEZ eu gostaria que os atleticanos admitissem que perderam o campeonato porque o adversário foi superior.Essa choradeira de arbitragem já deu.
    Pronto, falei!

    Curtir

  12. É impressionante a alienação dos torcedores do time da água verde, faz tanto tempo que não saem felizes de um atletiba, que as desculpas se esgotaram e começaram a apelar para fantasias criadas pelo dono do time, as quais só eles enxergam. Estou ficando preocupado que essa sequência de decepções esteja afetando a sanidade dos rubro-negros.

    Curtir

  13. De quatro Atletibas o Atlético Pr foi prejudicado em tres de forma decisiva que impactaram diretamente no resultado final do jogo.Arbitragem ruim erra pros dois lados,mas o que vimos neste campeonato é que o “vento” sempre soprou pro mesmo lado.Não vou me rebaixar em responder ofensas baratas .
    Ser criança e lesado é ofender de forma gratuita quando não se tem argumentos pra debate.Isto eu não fazia nem quando estava no maternal.Gostaria que fosse listado os lances em que o coritiba foi prejudicado neste campeonato,sem constar a eterna ladainha do braço aberto do bruno costa que logo foi anulada pelo penalti no Zezinho,que foi muito mais claro e cristalino.

    Curtir

  14. Em tempo.Eu fiquei feliz a beça com os dois Atletibas do Brasileiro do ano passado.Ganhamos uma (tirando o Coxa da Libertadores) e empatamos a outra.Fomos rebaixados,mas com certeza não foi por causa dos resultados em Atletibas.Não há nenhuma sequencia de decepções de minha parte,até porque o Atletiba do século,que acabei de citar,e o campeonato paranaense do centenário do Coritiba foram vencidos pelo Atletico.Acho que a sequencia de decepções está do outro lado.Há quanto tempo o Coritiba não disputa uma Libertadores? Há quanto tempo o Coritiba não sabe o que é uma conquista nacional de PRIMEIRA divisão?

    Curtir

  15. Disputa de Libertadores o coxa nunca teve. Ele participou em duas ocasiões e não passou da primeira fase. Se não me engano venceu apenas um jogo em toda a sua centenária estória.

    Curtir

  16. Quanto tempo o Coritiba levou prá ganhar um título nacional? 76 anos. E o Atlético? 77 anos. Portanto, pergunta descabida.
    Quantos títulos nacionais (1ª) tem o Atlético mesmo? Respondo: 1. E o Coxa? 1

    Ou seja, passado. O que isso significa? Nada.

    O que fazer? Lutar com seriedade (como o Coxa está fazendo) ao invés de ficar tomando atitudes ridículas e amadoras em redes sociais ou plantando cartinhas mais ridículas ainda num veículo OFICIAL de informação do clube.

    Pergunto: Quem vai querer ser patrocinador de um time que nunca aparece? Jogador não pode dar entrevistas, imprensa não tem acesso aos treinamentos (fazer imagens de parte de treinos expõe as placas de patrocinio, sabiam?).

    O Atlético é disparado o clube mais antipático do Brasil e enquanto o Coronel mandar lá vai ser assim.

    Aliás, já disparo: Se o Napoleão de Almeida falar demais o MANDATÁRIO atleticano o bloqueia no Twitter como está fazendo com os seguidores que o criticam.

    Quanto ao chororô, já encheu mesmo. E faz tempo.

    Curtir

  17. “O Atlético levantou a taça pela última vez em 2009, em meio a esse panorama coxa-branca. Não fosse isso e o Coritiba poderia ser penta.” Que baita comparação… é nessas horas que aparece o torcedor por trás do jornalista.
    2008 e 2009 não corresponde os fatos, 2008 foi do Atletico, que perdeu pra ele mesmo o paranaense, depois o time foi desmontado e penou no brasileiro. E em 2009 vc acha que o Coritiba deveria ter sido campeão? Fala sério!

    Curtir

  18. Se o Coronel é faz tanto mal ao Atlético, por que os coxas ficam tão incomodados com ele? Continue assim presidente, sem mordaça e por meios oficiais, afinal você foi eleito para nos representar.

    Curtir

  19. A partir do momento que ele desrespeita o Coritiba e os torcedores do Verdão, incomoda sim.

    Quando você viu o Vilson Ribeiro Andrade desrespeitando o Atlético ou sua torcida?

    NUNCA.

    Educação vem de casa.

    Isso incomoda porque ele está incitando a violência com essas atitudes infantis.

    Torcida pode trollar o quanto quiser. É o papel dela. Dirigente tem que calar a boca.

    Abs

    PS: Interessante ver atleticano chamar seu presidente de Coronel, rsrs

    Curtir

  20. O falaciano Fernando Luis Wandrowelsti não recorda do campeonato que seu time ganhou marcando um “gol de placa”. A rede nem balançou e lá estava o juizão (sic) contabilizando.
    E o esquema 101 da década de 90? Ah, o CAP pagou arbitragem pra ajudar o Coxa!
    Se vcs não subirem também vão falar da culpa da arbitragem. Ah, e vcs só caíram por causa do pênalti mandrake pro Fluminense aos 48, certo?

    Curtir

  21. Quanto a reclamação dos torcedores do time do chororo, só digo o seguinte: vocês tem mesmo razão. o juiz sempre ajuda o time maior…

    Curtir

  22. Coxa tem memória seletiva mesmo.Que tal lembrar seu ex dirigente Vialli,que numa semifinal de paranaense contra o poderoso Irati,tentou comprar o goleiro e o zagueiro do adversário.O telefonema foi gravado e amplamente exibido na época.E o Vialli,neste telefonema gravado,ainda exclamou em alto e bom som (sic): ” – Na história do Coritiba todo mundo sempre recebeu direitinho”.
    É lógico que ele não estava se referindo a seus jogadores,afinal o Coxa tem um passivo trabalhista de quase 100 milhões.Agora eu pergunto: Se o Coxa já teve um dirigente que recentemente comprava até os jogadores adversários,porque bandeirinhas não poderiam estar sendo comprados por dirigentes coxas também ?
    Como o próprio Vialli diz : – Na história do coxa todo mundo sempre recebeu direitinho.E pra quem não acredita,basta dar uma procurada rápida na Internet.

    Curtir

  23. b a r b a r i d a d e

    Eu disse que não comentava mais, mas me senti obrigado.

    ESSA COLUNA ME OFENDE.

    Mais uma vez, o mundo fora do campo vale mais linhas e explanações do que o jogo em si – UM TRI-CAMPEONATO.

    TRI! TRÊS ANOS, TRÊS TEMPORADAS… dava pra falar de 2010 até 2012… mas não… o que ta lá fora parece sempre que vale mais e tem que ocupar o espaço.

    Sempre no tempo certo, lógico. O jogo foi domingo… mas a hora de discutir se vale ou não ter estadual ou regional foi ontem, pós resultado, CLARO! Bem como o RIDÍCULO que o MCP faz o Atlético PR se submeter mais uma vez, que também só apareceu aqui… tcham tcham tcham… DEPOIS do jogo.

    Que coincidência conveniente!

    Fanfarronice, é essa coluna “Chefe”. Com factóides, como essa de que o Coritiba prometeu AC/DC. Quero que você ache onde ALGUÉM DO CORITIBA PROMETEU AC/DC! Mistura-se as coisas, cria-se um fato, e VENDE-SE como verdade. Se alguém PEDIU por isso, foi A TORCIDA NAPO! E é TRISTE que eu, um nobre “desocupado” leitor da sua coluna, tenha que dizer a você JORNALISTA como se separa um FATO de uma FOFOCA.

    Mas o que importa né “fella”? IMPORTA SIM, que quando saiu essa coluna, DIA DE COMEMORAR O TRI, saber que se não fosse por aquele 2009 vencido pelo atlético, seria o penta!

    WOW

    É rir pra não chorar.

    * Adendo aos rivais sedentos. FALEM MAL DA RPC e do Paranaense! Mas SAIBAM que do POUQUÍSSIMO $$$ que entrou nos cofres do Cap para a disputa da segunda divisão, uma GENEROSA PARTE veio da RPC e do paranaense, pois como o “Chefe” falou, nem patrocinio na camisa o Cap tem. Digo também que GOSTARIA MUITO que ano que vem o Sr Petráglia CUMPRA COM A SUA PALAVRA escale o sub 23 para que o Coritiba (com os profissionais, futebol é -ou deveria ser – coisa séria) ESCULAXE-OS em campo e não vingue UNZINHO sequer para ser aproveitado no profissional, e ao fim do torneio ter que formar o time de supetão pra entrar em campo em Abril. Uma geniosidade brilhante que condiz com o autor da tal “cartinha” da véspera.

    Outra, esculaxem a FPF! Ajudo vocês! Uma desgraça, instituição que desde Onaireves Moura USOU RECURSO PARA CONSTRUIR UM ESTÁDIO PRO ATLÉTICO USAR, que está lá abandonado por falta de recurso… terminou por sentenciar a Federação A MORTE, A FALÊNCIA!. Agora fica o Sr Hélio Cury a tentar por baixo dos panos arrumar O ESTÁDIO DO CORITIBA para o Atlético, que já está na TERCEIRA obra de estádio com recurso que sabe-se-lá da onde veio. A FPF mesmo… o que falar? Além de tentar construir um estádio PARA USO DO Atlético, ainda fez a façanha de sair devendo ao mesmo uma quantia que dizem por ai de 12 milhões. Olha, pelo visto numa coisa vocês tem razão… Fazer negócio com a FPF é uma maravilha!

    Não peço imparcialidade, porque sei que ela não existe quando se tem um time. O que peço é um mínimo de COERÊNCIA.
    Pronto, que me desculpem os ofendidos, e que continue aqui o ritual do choro e de lamentos com a arbitragem. O Que o Napo não conta, mas eu conto pra vocês. É QUE NA SÉRIE B NÃO SERÁ MELHOR QUE A DO PARANAENSE.

    E Fernando Luis, com a memória seletiva conta o OTÁRIO do seu presidente que pega estatisticas a dedo pra tentar convencer pessoas que o Atlético é, foi ou será maior que o Coritiba.

    Boa Sorte na segundona!
    Fui.

    Curtir

    1. Aldo,

      A coluna analisa as opções táticas do Marcelo na mudança de desempenho do 1o p/ o 2o tempo, a remontagem do elenco, o resgate do clube consolidado e alerta para um Brasileiro difícil, como foi feito ao longo de todo o campeonato. Valoriza o tri, cita que poderia ser penta, e constata que para o Brasileiro pode ser pouco. Simples e direto.

      A opção por AC/DC foi citada por Marcos Hauer, reconhecendo o desejo da torcida e dizendo que o clube tentaria. Aliás, o Grêmio está trazendo AC/DC e Madonna (bom pro Grêmio). A lembrança passa por Claudia Leitte e Skank, que chegaram a estampar a camisa do clube, mas não realizaram show. Ficou o 100% Paraíba mesmo. Nada disso é factóide nem denigre a história do clube: demonstra apenas o que era e o que virou com direção certa.

      Abraços e seja sempre bem vindo.

      Curtir

  24. Citado…

    De citado a PROMETIDO… é longe!

    Napo, eu sei que eu fui truculento ta ligado… as vezes até me arrependo do que eu escrevo. Na boa mesmo.

    Futebol é a tal da coisa mais importante das menos importantes, como muita gente fala.

    Mas pô…

    Desculpa bixo, eu tive que falar.

    Curtir

    1. Vcs estão em casa aqui.

      Mas o principal do debate não é se citou ou prometeu e sim como o clube mudou.

      E o Márcio Jap tem razão: AC/DC tbm disse não ao Grêmio, falha minha.

      Abraços a ambos.

      Curtir

  25. A estatistica que o Petraglia deveria ter usado é a de que o CAP ficou dezesseis anos ininterruptos na primeira divisão do brasileiro,enquanto o Coritiba foi rebaixado n vezes neste periodo.Mal consegue ficar dois anos seguidos na primeira divisão.Como será este ano?Não vai ter bandeirinhas pra ajudar o Coxa….Concordar ou não com o que é dito aqui vai do discernimento de cada um,mas lembro que em momento algum usei palavras ofensivas contra torcedores ou dirigentes coxas brancas.Infelizmente a reciproca não é verdadeira.Vai da educação que cada um recebe de casa e de sua familia.Obs:Se não gosta da coluna ,tá fazendo o que aqui? E apesar de fazer 17 anos que o CAP não disputa a série B,conhecemos bem como ela é.Inclusive ,fomos campeões dela quando subimos em 1995.

    Curtir

  26. Meu Deus, eles continuam acreditando no que o Coronel fala, erros de arbitragem, será que foi o Coritiba que teve o seu presidente “banido do Futebol por compra de Arbitragem, foi o Coritiba que ganhou um título em 2003 com um gol onde a bola foi para fora (Real Brasil), um time que vive e sempre viveu nas custas do poder público desde a sua fundação não tem moral alguma pra falar de supostas ajudas a este ou aquele, e só ver todos os políticos envolvidos na corrupção em nosso estado, coincidência ou não são torcedores e conselheiros do time do Coronel.
    Cada time tem o seu presidente(coroné) que merece.

    Curtir

  27. Aldo. Se esta coluna e seus comentários lhe ofendem; Então vaza e continue com a ilusão que que esse timinho ajudado pela arbitragem vai chegar a algum lugar. Se passar pelo Vitória é lucro. E domingo vai tomar um sapéca iá iá do Internacional. E você tem razão, o coxinha é TRI sim. TRI REBAIXADO cominhando pro……É TEEETRA.

    ESSA FOI A MELHOR DE TODAS:
    “Na história do Coritiba todo mundo sempre recebeu direitinho” É lógico que ele não estava se referindo a seus jogadores,afinal o Coxa tem um passivo trabalhista de quase 100 milhões.

    Curtir

  28. Meu deus ATLÉTICANO é tudo burro mesmo, podem falar o que quiser a FALACIA FALA MUITO MESMO, e não faz p. NENHUMA,tem em passivo de 100 milhoes ae em dividas trabalhistas, esquece ele que tem um timeco ai que reside ali na getulio vargas, que deve apenas a 3 jogadores a quantia de 70 milhoes, isso que são jogadores q foram idolatrados pela torcida,bom mais deixando isso de lado, eu lhe digo TORCEDOR, enquanto vcs se preocupam conosco com o nosso CORITIBA, nos vamos SURRANDO voces, não vão subir esse ano, não vão ganhar m. nenhuma esse ano, mais um ano perdido, o PALMEIRAS vai embuchar vcs, e digo mais, OHHHHHH OHHHHHHH OHHHHHHHHHHHHH VICE DE NOVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO….KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Curtir

  29. Aos que dizem que as reclamações de arbitragem é coisa do MCP para desviar o foco, podemos inverter a situação também. A compra do título paranaense também serve para desviar o foco dos fracassos que virão. Quem conhece um pouquinho de futebol sabe que este time coxinha, se passar pelo Vitória, não passa do São Paulo nem com reza braba. Quanto ao Campeonato Brasileiro, o CAP tem time para subir, mas o coxinha tem time para ir a Libertadores? Duvido muito, vai brigar pra não cair, pois apito amigo é só no paranaensezinho.

    Curtir

  30. Meu Deus Alice.

    Já ouviu falar em peso e medida?

    Vc está comparando subir para a 1a divisão (4 primeiros da 2a divisão) com Libertadores (4 primeiros da 1a divisão)?

    Se passarmos pelo Vitória, pegaremos o São Paulo nas semi-finais. Se preocupe primeiro em passar pelo Palmeiras, pois se não passar, ficarão atrás de nós denovo.

    Ao Tiui, não será surpresa perder para o Internacional, pois não temos um SUPERTIME e temos consciência disso, já se VOCÊS perderem pro PODEROSO J.E.C., melhor rezar…

    Curtir

  31. Pelo visto, o Coronel é o maior hipnotizador do mundo.

    Bastou ele voltar pro Flamenguinho das Araucárias e começar a vomitar asneiras que a torcidinha começa a repetir incansavelmente as mesmas asneiras.

    Vocês não tem opinião própria não? Se ele disser que o time vai ser campeão mundial em 10 anos, vocês acreditam?

    Me desculpem, mas aqui no Brasil HOJE, só quem pode fazer esse tipo de promessa é o Presidente do Santos.

    Eu, hein?

    Curtir

  32. Tiuí, você tem razão! Se eu tivesse vergonha, tinha ido embora. Como eu falei antes.

    Mas pelo menos uma coisa eu, você, a Alice e o Fernando Luis temos em comum.

    A falta de vergonha.

    Eu por não fazer o que eu falei. (e não cairei no erro 2x – espero ter aprendido – E SIM ESTOU VALORIZANDO O ESPAÇO) e vocês por estar aí na inglória tarefa de defender O QUE NÃO ACREDITA.

    Ou vocês tem esperança de convencer QUEM com essa conversa mole de vocês ai?

    “Roubaram o Paranaense”

    “Paranaense não vale Nada”

    “O Petráglia tem que por o sub-23”

    “A FPF ta de conchavo com o Coxa”

    “O Viale comprou O GOLEIRO RESERVA QUE NÃO IA JOGAR do Iraty em 1999”

    Moçada, nas penalidades bastou pra mim. Valorizei o suficiente. Não precisa nos ajudar largando essas pérolas.

    FATO CONCRETO é que fazíamos clássico pra 40.000 pessoas até poucos anos atrás… Pra CORITIBA E ATLÉTICO o palco está MINGUANDO. E SE ENGANA QUEM DIZ QUE É EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DOS REBAIXAMENTOS. Não é! É reflexo da autodestruição BANAL que estamos fazendo com nós mesmos. Com Supermando, com clássico pra um só, com notinhas em site oficial…

    Será que é tão difícil assim de entender o explanado? Ou não faz sentido pra vocês.

    Curtir

  33. Falacianos de plantão: abaixem a crista para seu dono, vulgo coronel Petraglia! fiquem felizes em disputar a série B em Joinville! aqui, só se for na vila olímpica do boqueirão, porque outros espaços para vocês, NECAS DE PITIBIRIBAS!!!

    Curtir

  34. É deve ser difícil admitir os erros. Felizes daqueles que aprendem;
    “O inferno são os outros”.
    Ótimo texto Napoleão.
    Muito bom os comentários do Aldo Junior.
    Abs

    Curtir

  35. Segue a noticia,retirada do site do uol esporte,já que ela me parece ter sido um pouco distorcida :

    Fonte : www1.uol.com.br/esporte/fut010698088.htm
    Dirigentes acusados de suborno
    18h58 – 01/06/98
    Agência JB
    De Curitiba

    O vice-presidente do Coritiba Futebol Clube, José Carlos Gomes Vialle, e o auxiliar técnico Valnedo Xavier, o “Nedo”, pediram demissão nesta segunda dos cargos devido à acusação de suborno do goleiro Roberto, reserva do Iraty.

    A denúncia foi feita neste domingo pelo presidente do Iraty, Sérgio Malucelli, minutos antes do início do jogo contra o Coritiba, no estádio Coronel Emílio Gomes, em Irati, a 100km de Curitiba. Malucelli apresentou fitas com gravações de conversas telefônicas entre o goleiro Roberto e os dirigentes do Coritiba. O presidente do Coritiba, João Jacob Jacomel, aceitou os pedidos de demissão, mas não quis comentar a veracidade da fita. Ele mandou instaurar uma comissão para investigar o caso.

    Na fita, o auxiliar “Nedo” estaria propondo ao goleiro Roberto R$ 15 mil para favorecer o jogo para o Coritiba. Roberto, que estava escalado para ser o goleiro do Iraty, foi afastado, assumindo no lugar o titular Ricardo Pinto. Em outra conversa, o vice-presidente do Coritiba teria confirmado a proposta de R$ 15 mil e teria dito que havia comprado outros jogadores do Iraty em jogos contra o Coritiba.

    O Coritiba venceu o Iraty no jogo de domingo por dois a zero e se classificou na quadrangular do Campeonato Paranaense. O time somou sete pontos, sendo campeão do primeiro turno, e irá disputar o título contra o Atlético, campeão do segundo turno, com oito pontos. A série de três jogos do clássico Atletiba começa na quarta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. O Iraty não fez ponto porque perdeu todos os seis jogos que disputou na quadrangular.

    O escândalo não deve cancelar o Campeonato Paranaense de Futebol. Isso poderia ocorrer se o Atlético entrasse com ação no Tribunal de Justiça do Paraná contra o Coritiba. Mas a diretoria do Atlético disse hoje que a denúncia “não é coisa do time”.

    Suspeita inclui jogo anterior entre Coritiba e Iraty
    21h56 – 01/06/98
    Agência Folha

    Além da acusação de tentativa de suborno referente à partida de domingo, os dirigentes do Coritiba foram acusados de terem adotado a mesma prática em um jogo anterior entre os dois times.

    Nessa partida, o Coritiba venceu o Iraty por 5 a 0. Na gravação telefônica divulgada nesta segunda pelo “Jornal Nacional”, da Rede Globo, o goleiro Roberto fez menção à partida na qual o Iraty fora goleado.

    Roberto teria gravado suposta conversa na qual o vice-presidente de futebol do Coritiba, João Carlos Vialle, e o auxiliar técnico do clube, Waldenedo Xavier teriam tentado suborná-lo. “Na outra partida, também teve gente que…”, teria questionado o goleiro, referindo-se ao jogo. “Teve, teve, e todo mundo recebeu direitinho”, um dos dirigentes teria confirmado.

    Obs: Estas noticias não foram “plantadas” pelo Petraglia e são de dominio publico,disponiveis em vários sites esportivos na Internet (de credibilidade)

    Curtir

  36. O Coritiba NUNCA foi campeão com gol que não passou pelas traves, como em 2005.

    Falam da imprensa Coxa, mas esquecem do Mafuz que só olha sob o prisma rubro-negro , sem contar que ele, Mafuz, confessou em uma entrevista para a revista Los 3 Inimigos que plantava noticias falsas para prejudicar o Coritiba na época do Evangelino.

    Esqueceram do penalti não dado para o Coritiba no 3º ATle-Tiba deste ano, acintosa mão na bola do jogador rubro-negro.

    Esqueceram de citar o caso Ivens Mendes.

    Esqueceram de analisar com cuidado a punição branda para Guerrón, 2 jogos após ter agredido o jogador do Coritiba e ameaçado juiz e bandeira.

    Esqueceram de falar das pedras e objetos jogados na torcida do Coritiba na saída do 1º clássico da final em Vila Capanema, que merecia punição ao clube rubro-negro.

    Esqueceram de dizer ainda, dos enormes benefícios fiscais recebidos pelo clube rubro-negro para a construção do seu estádio. Benefícios a fundo perdido, em detrimento à saúde, à educação…

    Esqueceram que durante TODA a gestão de Onaireves Nilo Rolim de Moura, atleticano e ex-presidente do clube, o Atlético venceu mais estaduais que o Coritiba.

    Enfim, dentro desta linha torpe de que todo título do Coritiba é roubado, encerra-se apenas a choradeira e a arrogância de uma parte substancial da torcida do Atlético. E isso é assim desde sempre…

    Curtir

  37. Tá e as notícias que ele planta HOJE que é o que importa mesmo? Onde estão as provas? Saiu alguma matéria sobre supostas compras de arbitragens? Como ele teve acesso? Se teve acesso a isso, por que ele não denuncia?

    Ainda bem que o bandeirinha vai processar esse time nojento de vocês – tomara que ganhe uma boa grana prá calar a boca do dono/falastrão do Atlético.

    Quando nós falamos da corrupção do Petraglia no escândalo Ivens Mendes, estamos falando do mesmo Petraglia de hoje. Vocês estão falando de dirigentes de 14 anos atrás. Que nem sei se ainda fazem parte do conselho do Coritiba. Essa é a diferença.

    Sendo assim, podemos falar. Esse que aí está é o mesmo. Vocês não podem falar nada.

    Curtir

  38. O Vialli voltou para ser Diretor do Coritiba em 2009.Xingar o Petraglia disto ou daquilo não vai fazer do Coxa um time melhor e muito menos do Atlético Paranaense um time pior….
    o ódio que o petraglia desperta nos coxas mostra que ele tem feito um excelente trabalho.A torcida coxa deve adorar o Marcos Malucelli,que conseguiu derrubar o CAP para segunda divisão depois de quinze anos de permanencia iinterrupta….

    Curtir

  39. Ah.E este gol que o CAP fez contra o Real não sei das quantas,em que a bola bateu na rede por fora e o juiz não viu,não teve a menor influencia na conquista do paranaense de 2005.Bem diferente dos gols impedidos do Coxa em Atletibas decisivos.Isto é muito óbvio,mas para o CAP ser beneficiado em alguma coisa no campeonato paranaense tem que procurar bastante mesmo.

    Curtir

  40. Aí Dalmo, advogado do Aldo Junior. O nosso presidente fala muito é verdade, mas cumpre.

    Melhor do que ficar ficar divulgando maquetes de uma Arena Nike com endereço incerto, CADÊ???

    Como escrito na coluna: o ACDC, CADE?

    A Ivete, Claudia Leite, Skank (ocuparam lugar na camisa inclusive) CADE? (really pathetic)

    Única promessa cumprida foi o 100% PARAÍBA, líder de um dos rebaixamentos do coxinha TRI REBAIXADO.

    Marcio Jap, se orienta. Mesmo com a grana da primeira divisão e o favorecimento da arbitragem, vocês suaram para “ganhar” nos pênaltis do time do Petraglia o Coronel, o dono do Atlético. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    Curtir

  41. CITANDO ALDO JÚNIOR:

    “(e não cairei no erro 2x – espero ter aprendido – E SIM ESTOU VALORIZANDO O ESPAÇO)”

    O seu time caiu no erro 3x.

    Curtir

  42. MOÇADA:

    Debatam, provoquem dentro do limite, mas NÃO SE OFENDAM.

    Os moderadores já pensaram em bloquear geral.

    Vamos evitar isso.

    Abraços a todos!

    Curtir

  43. Napoleão, Parabéns, independente de que time sou, estou me divertindo com esse pega pega entre as torcidas.
    Sei que os jornalistas nem sempre podem escrever o que desejam, é por isso que é muito bom ver as pessoas se expressarem sem responsabilidade, sem compromisso e sem preocupações com o departamento jurídico.
    Continuem assim, desçam o cacete, mas sem palavrões e agressões.

    Curtir

    1. Pensando bem, às vezes moderar é a melhor opção. Por mais que se tente abrir um espaço de debate, sempre tem quem veja maldade. Impressionante.

      Curtir

  44. Sério Alice, vc acompanha os posts em ordem cronológica?

    Em momento nenhum a resposta que escreví a você sobre o seu comentário (“Quanto ao Campeonato Brasileiro, o CAP tem time para subir, mas o coxinha tem time para ir a Libertadores? Duvido muito, vai brigar pra não cair, pois apito amigo é só no paranaensezinho.”) mencionei cotas de tv ou arbitragem, menos ainda comparei as forças das duas equipes. Apenas escreví que são dois campeonatos distintos. Agora entrando na discussão que você inventou se o Coritiba estivesse na segunda teria time pra subir também, o mesmo rebato se o Atlético teria time pra ir a Libertadores caso estivesse disputando a 1a divisão? Que resumindo, uma coisa não tem nada a ver com outra.

    Larga as pedras mulher!!!

    Curtir

  45. Eu sou a favor que modere. Os meus inclusive, quando necessário for.

    Antes uma opinião de alguém que a defende, do que a reclamação espúria que não leva a nada.

    Curtir

  46. Napo,

    Quanto aos estaduais, concordo que a fórmula é equivocada. Mas como fazer? Um estadual inchado que dure “o ano todo” não seria mais oneroso para os clubes do que “ficar parado”? Jogar apenas para se manter ativo também não dá. Fora as despesas com viagens, hospedagens, estádios, âmbulâncias nos mesmos (tudo isso gera despesa). E levar um campeonato longo como este, com um campeonato nacional correndo paralelamente, a presença nos estádios, acredito eu seria tão vergonhosa quanto já é. Como você disse, a formula do ano todo funcionaria se a população torcesse para o time da cidade, do bairro, porque tem vinculo. Não torcer para o time que está ganhando, ou porque uma emissora empurra goela abaixo da população. Como fazer (exemplo) o torcedor do iraty ir no jogo domingo a tarde se tá passando Flamengo x Corinthians no mesmo horário?

    Curtir

  47. Moderar SIM.
    Censurar NÃO.

    Já tem gente dizendo para publicar opiniões e censurar as reclamações. CUIDADO com a linha tênue. Quem viveu em tempos de ditadura sabe bem do que estou falando.
    Acho que quem reclama de quem reclama, deve parar de ler e escrever e não pedir censura para tentar acobertar seu time.

    Curtir

  48. CHORORO de perdedor, não devemos nem escutar. O coronel que já está rebaixado a cabo precisa pedir licença para falar no nome do Coritiba. Aliás, falar em apito amigo relembrem o atual “cabo” da rebaixada em video falando de compra de arbitragem. E foi há pouco tempo ele é expecialista nisso.
    E o mais interessante é que todos os arbitros do paraná preferem o COXA e parece que desprezam o time do cabo.kkk chororo de perdedor. Falem muito e sempre do COXA porque este sim é o maio do Paraná. Aliás o mais vitorioso do mundo!!!!

    Curtir

  49. Atleticanos n tem vergonha. Choram e falam em arbitragem mal intencionada há três anos, se formos computar só os últimos anos. Esse time lá be baixo é considerado o mais antipático do Brasil. Ninguém gosta dessa corja de chorões que vivem só de falácias ditoi isso pelo próprio dono da baixada.

    Curtir

  50. Alice continue no pais das maravilhas, sempre os primeiros a anos luz na frente, tenho que reconhecer, hunf hunf, snif sinf, sempre fazendo mais do que ladram, quero dizer, falam……rs, e muitíssimo obrigado por apontar tanto erros do nosso time, e por sempre ajudarem na história do Coritiba. Estamos trabalhando pra melhorarmos e melhor atendê-los. Sempre!!! Abraço a todos.

    Curtir

  51. Até os videos tapes vivem no mundo das maravilhas…Mostram um monte de lance irregular do Coxa sendo validado pela arbitragem,mas tudo não passa de uma realidade virtual criada pelo Petraglia.Algo tipo Matrix assim,fenomeno que só ocorre no Paraná.Acontece mais ou menos assim:O Coxa é ajudado,o grupo RPC e a radio Transamérica ,inimigas temporarias do Petraglia(O grupo RPC era amicissima do Petraglia uns dez anos atrás…) acobertam e a torcida do Coxa defende com unhas e dentes esta situação.Geralmente com palavrões e ódio cego contra o Petraglia.
    Vai ser dificil o futebol paranaense crescer deste jeito.Até há pouco tempo tinhamos tres times na primeira divisão,hoje temos um só.Enquanto imperar esta Lei de Gerson no futebol do paraná,onde o mérito esportivo fica em segundo plano,e o que vale é procurar levar vantagem em tudo,nada vai melhorar.

    Curtir

Opine!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s